Esporte

Nadal vence com López e se torna 1º campeão de simples e duplas em 92 anos

12/08/2016 21h52

Rio de Janeiro, 12 ago (EFE).- O espanhol Rafael Nadal se tornou o primeiro tenista a ser campeão olímpico nas chaves masculinas de simples e duplas desde 1924 nesta sexta-feira ao bater os romenos Florin Mergea e Horia Tecau na final dos Jogos do Rio de Janeiro, jogando ao lado de Marc López.

Nadal e López venceram por 2 sets a 1, com parciais de 6-2, 3-6 e 6-4, em 2h26min. Com isso, o canhoto de Manacor, ouro no individual em Pequim 2008, igualasse feito que, entre os homens, havia sido realizado pela última vez pelo americano Vicent Richards há 92 anos, com os dois títulos dos Jogos de Paris.

Algozes dos brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares nas quartas de final, Mergea e Tecau obtiveram a prata. O bronze ficou com os americanos Jack Sock e Steve Johnson, que também nesta sexta superaram os canedenses Daniel Nestor e Vasek Pospisil.

Tecau, que contra os brasileiros não cedeu um break point sequer em seu serviço, já foi obrigado a levantar um 0-40 logo no primeiro game da partida. Nessa ele escapou, mas em sua segunda passagem pelo saque, os espanhóis não vacilaram e conseguiram a quebra.

A vantagem de um break não acomodou Nadal/López, que continuaou em cima e, em erro de Mergea do fundo de quadra, obteve nova quebra. Na sequência, o destro da equipe espanhola serviu bem e fechou o primeiro set em 6-2, depois de 33 minutos.

Mergea e Tecau entraram no jogo na segunda parcial, e passaram a sacar bem, como vinham fazendo durante o torneio. A dupla da Espanha, por sua vez, sentiu o crescimento do adversário e acabou ficando atrás em 3-1 após uma série ruim de López no serviço.

Os espanhóis tiveram a chance para se salvar na parcial no nono game, em que tiveram três break points. Entretanto, Tecau passou a servir de maneira impecável e ainda contou com erro de López em devolução de segundo serviço para fechar em 6-3 e empatar o duelo.

A pressão era cada vez maior em cima de quem sacava, e as dificuldades aumentavam. López levantou um 0-30 no terceiro game, e Mergea, um 15-40 e um total de cinco break points no seguinte. Em seguida, foi Nadal quem escapou e comemorou com soco no ar.

No sétimo game, não houve fuga. Com direito a dupla falta e braço bastante encolhido, López foi quebrado de zero, e Mergea/Tecau fez 4-3. Mas a alegria durou apenas alguns minutos, já que os espanhóis empataram em 4-4 e depois viraram no serviço do 'Touro Miúra'.

Tecau então foi obrigado a sacar para manter sua equipe viva na decisão e não resistiu. A Romênia atá salvou dois match points, mas um smash para fora de Mergea deu o título aos rivais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo