Esporte

Nos 50m livre, americano torna-se mais velho nadador a ganhar ouro olímpico

12/08/2016 23h12

Rio de Janeiro, 12 ago (EFE).- Aos 35 anos, o americano Anthony Ervin, venceu nesta sexta-feira a final dos 50m livre masculino nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e tornou-se o mais velho a ganhar a prova mais rápida da natação no megaevento esportivo.

Ervin, que já tinha no currículo o recorde de ter sido o mais jovem campeão olímpico dos 50m, nos Jogos de Sydney, em 2000, agora passou a também ser o nadador com maior intervalo entre a conquista de medalhas de ouro: 16 anos.

O americano venceu a prova de hoje com o tempo de 21s40, apenas um centésimo à frente do campeão de Londres 2012, o francês Florent Manaudou (21s41). Completou o pódio, com a medalha de bronze, o americano Nathan Adrian (21s49).

O brasileiro Bruno Fratus, que havia se classificado para a final com o sexto melhor tempo (21s71), piorou a marca das semifinais e terminou na sexta posição, em 21s79.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo