Esporte

Evandro diz que parceria segue, mas ressalta: "Falta muito para outro ciclo"

13/08/2016 18h25

Rio de Janeiro, 13 ago (EFE).- Após a eliminação nas oitavas de final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro com uma derrota para os russos Nikita Liamin e Dmitri Barsuk de virada neste sábado, Evandro garantiu a continuidade da parceria com Pedro Solberg, mas disse considerar cedo para falar de um ciclo rumo a Tóquio 2020.

"A parceria continua, não tem por que terminar. A gente confia muito um no outro, é muito parceiro, mas ainda falta muito para o outro ciclo. A Olimpíada ainda não acabou, tem outras três duplas disputando medalha, vou continuar torcedo para eles, assim como eles estavam torcendo por mim", declarou Evandro na zona mista da arena montada nas areias de Copacabana.

O atleta de 26 anos se referiu, dessa maneira, à presença de Alison e Bruno Schmidt nas quartas de final do masculino. Entre as mulheres, o Brasil ainda conta com Larissa/Talita e Ágatha/Bárbara Seixas.

Evandro enalteceu a participação do público, que lotou a arena, e revelou ter tentado um último esforço para virar o tie-break para recompensar os torcedores.

"Esse 'eu acredito' foi uma das coisas que mais me tocaram dentro de quadra, tanto que quando eles puxaram esse coro a gente começou a fazer um pouco mais de pontos, mas aí o placar já estava muito dilatado, e não conseguimos revertê-lo", recordou.

Por sua vez, Pedro Solberg fez uma análise da partida e afirmou que a dificuldade em definir os pontos foi determinante para a eliminação precoce.

"Não jogamos bem na parte de virada de bola, poderia ter sido bem melhor. As minhas opções finais foram sempre erradas na parte de ataque, finalizei muito mal. É muito triste. Passamos e armamos bem, mas as finalizações não foram as melhores", comentou o jogador de 30 anos, que, assim como o parceiro, pôde disputar uma edição dos Jogos na cidade em que nasceu.

"Foi uma experiência maravilhosa jogar em casa com esta torcida linda e nesta arena, a maior em que já joguei em toda a minha vida. As experiências estão aí para serem vividas e para tirarmos lições. Nas lições, nos pensaremos depois, mas vivenciar isso aqui foi muito importante", destacou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo