Esporte

Murray supera torcida, vence Nishikori e vai à final em busca do 2º ouro

13/08/2016 13h39

Rio de Janeiro, 13 ago (EFE).- Sem se deixar abalar com o fato de jogar com a grande maioria da torcida contra, o britânico Andy Murray mostrou porque é o atual campeão olímpico e eliminou o japonês Kei Nishikori em dois sets para manter o sonho de seu segundo ouro olímpico e garantir um lugar na final do torneio de simples do tênis masculino nos Jogos do Rio de Janeiro.

Vencedor em Londres, onde competiu em casa, na grama sagrada de Wimbledon, o segundo melhor tenista do mundo no ranking da ATP teve na quadra central do Centro Olímpico de Tênis o tratamento oposto ao que recebeu há quatro anos, com os torcedores a favor do japonês o jogo inteiro, e ganhou com parciais de 6-1 e 6-4, em 1h19 de partida.

Murray terá como adversário na decisão o vencedor do confronto entre o espanhol Rafael Nadal e o argentino Juan Martín del Potro, que jogam ainda neste sábado. Com a derrota, Nishikori disputará a medalha de bronze com o perdedor da outra partida.

A primeira semifinal da competição começou apertada, com ambos os tenistas confirmando os serviços. No entanto, Nishikori parou no tempo depois do primeiro game e passou a assistir o campeão olímpico dar uma aula particular de como jogar uma decisão de Jogos Olímpicos.

Após quebrar o japonês no terceiro game, Murray manteve a pegada, confirmou o segundo break na primeira oportunidade que teve e continuou fulminante para levar o set inicial com 6 a 1, em ritmo de treino.

O segundo set começou diferente, com um Nishikori mais aguerrido e concentrado, e a partida caminhou empatada até o britânico quebrar o serviço do rival no quinto game e depois abrir 4 a 2 de vantagem.

Com o apoio da torcida, o japonês ganhou com muito esforço seu terceiro game, após apresentar dificuldades para confirmar o serviço e quase ver o campeão olímpico levar a melhor outra vez. Na sequência, Murray rapidamente chegou ao quinto game.

O melhor tênis de Nishikori começou a ser apresentado ao público apenas no fim do jogo, ao conseguir igualar em 40 a 40 um game praticamente perdido. Mas não deu. Após deslocar o rival e marcar ponto incrível no fundo da quadra, Murray confirmou o favoritismo contra o número sete do mundo e avançou para a decisão.

A final do torneio de simples do tênis será disputada no domingo, a partir do meio-dia (horário de Brasília), na quadra central do Centro Olímpico.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo