Esporte

Brasileiros perdem para a Itália e se complicam no vôlei

14/08/2016 00h55

Rio de Janeiro, 13 ago (EFE).- A seleção masculina de vôlei masculino sofreu neste sábado a segunda derrota consecutiva nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, desta vez para a Itália, e viu aumentar o risco de eliminação ainda na fase de grupos, já que terá de vencer confronto direto com a França na próxima segunda-feira.

O Brasil até levou a melhor no primeiro set no Maracanãzinho, mas perdeu por 3 sets a 1, com parciais de 23-25, 25-23, 25-22 e 25-15, em 1h49min de partida.

Quem chamou a responsabilidade na Itália e mais uma vez foi o maior pontuador da partida foi Zaytsev, com 20 bolas no chão. Entre os Wallace foi o destaque, com 17 pontos.

Invicta, a Itália já está classificada para as quartas de final com o primeiro lugar do grupo A, com 12 pontos. Na sequência, aparecem quatro seleções com seis pontos cada, França, Canadá, Brasil e Estados Unidos. O México ainda não pontuou e está eliminado.

Os EUA e o Canadá terão certa vantagem na próxima segunda-feira, já que jogarão respectivamente contra os mexicanos, fora, e os italianos, relaxados. Brasileiros e franceses, de certa forma, anteciparão o mata-mata.

A 'Azzurra' comandou o placar durante quase todo o primeiro set e chegou a ter três pontos de vantagem no 15-12. O Brasil então encostou, mas um ace de Giannelli deixou os visitantes fizeram 23-21. Quando tudo parecia perdido, o time de Bernardinho marcou quatro pontos seguidos e fechou em 25-23 no ataque para fora de Zaytsev.

O segundo set começou com a Itália à frente e até uma certa deslanchada na metade da parcial, quando o placar apontava 13-9. Os brasileiros não se deram por vencidos, buscaram a virada em 15-14, e a partir de então as duas gigantes passaram a a se alternar na dianteira. No momento de decidir, a seleção europeia foi melhor e devolveu o 25-23.

O Brasil dominou o terceiro set no início, com 6-2 e 10-7, mas não conseguiu sustentar a diferença, e ficou atrás em 12-11 e 15-12. A reação até veio, mas mais uma vez a 'Azzurra' foi superior na parte final e venceu por 25-22.

A quarta e última parcial foi a pior da seleção brasileira e, consequentemente, a de maior disparidade. Só houve empate até o 4-4, e depois a Itália passou por cima, com 10-6 e, em ace de Zaytsev, chegou à maior vantagem de toda a partida até: 18-10. Mas o fechamento foi ainda pior, com dez pontos atrás.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo