Esporte

Larissa garante que jogo complicado deixa dupla com Talita mais forte

14/08/2016 19h19

Rio de Janeiro, 14 ago (EFE).- Larissa, que com a parceira Talita, venceu neste domingo de virada as suíças Joana Heidrich e Nadine Zumkehr por 2 sets a 1, com 21-23, 27-25 e 15-13, garantiu que o duelo complicado ajuda a tornar a dupla mais forte para tentar buscar o ouro olímpico no Rio de Janeiro.

"A gente sabia que a dificuldade iria aparecer em algum momento, que não iria ser fácil. Ninguém chega numa Olimpíada achando que vai ganhar tudo de 2 a 0 numa boa. A gente preparou para isso, mas foi um pouquinho mais do que a gente esperava, né?", disse a capixaba, logo após a partida.

A medalhista de bronze nos Jogos de Londres, quatro anos atrás, e Talita vinham de quatro vitórias em sets diretos na competição - 11 se contabilizado o torneio de Gstaad, na Suíça, pelo Circuito Mundial - e hoje chegaram a salvar três bolas que decretariam a vitória das adversárias na segunda parcial.

"A gente aprende muito na dificuldade, a gente precisa passar por esses momentos. É isso que nos fortalece, que faz a gente ter atenção nos detalhes, nas coisas que podem acontecer. Hoje, foi um grande jogo para fortalecer a gente como time, como equipe", avaliou.

Larissa considerou que ela e Talita tiveram maturidade para impedir que as rivais vencessem, e que as suíças sentiram o peso do confronto de quartas de final, na Praia de Copacabana.

"Elas precisavam botar a última bola no chão. Isso não é tão fácil. Eu sabia que a gente juntas, unidas, como equipe, poderíamos reverter essa situação. A nossa experiência contou, para ter paciência", garantiu.

Sobre as alemãs Laura Ludwig e Kira Walkenhorst, que passaram hoje pelas canadenses Sarah Pavan e Heather Bansley, e entraram no caminho das brasileiras, Larissa fez elogios e descartou favoritismo para qualquer um dos lados na disputa que acontecerá nesta terça-feira.

"É uma boa dupla, são duas boas jogadoras. Vai ser um bom jogo, um bom duelo. Agora afunilou, chegam nas semifinais os melhores times, então, não tem vida fácil. Qualquer um tem condições de ganhar e disputar medalha de ouro", afirmou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo