Esporte

Andreia Bandeira perde para chinesa e fica sem pódio no boxe

17/08/2016 15h18

Rio de Janeiro, 17 ago (EFE).- Um dia após Robson Conceição ganhar o primeiro ouro da história do Brasil no boxe, Andreia Bandeira subiu ao mesmo ringue do Pavilhão 6 do Riocentro nesta quarta-feira para enfrentar a chinesa Li Qian e tentar se tornar a segunda pugilista do país a subir ao pódio em uma edição do megavento esportivo, mas acabou derrotada por decisão unânime dos juízes (3 a 0) em luta pelas pelas quartas de final do peso médio feminino (até 75kg) e acabou sem conseguir uma medalha.

No combate com a chinesa, Andreia, mais baixa, com 1m69, contra 1m80 da chinesa, teve dificuldade para conectar bons golpes devido à menor envergadura. Além disso, teve postura pouco ofensiva no começo, o que pesou para que os juízes declarassem vitória de Li nos dois primeiros rounds.

No terceiro assalto, a brasileira, de 29 anos, tentou partir mais para cima da chinesa, mas sem conseguir ser mais efetiva. Li, de 26, continuou a dominar as ações e também levou a melhor.

No quarto e último round, quando só o nocaute restava para que Andreia vencesse, Li manteve o domínio e não foi ameaçada, conseguindo a vitória por unanimidade.

Nas semifinais, a chinesa vai encarar a vencedora do combate entre a britânica Savannah Marshall e a holandesa Nouchka Fontijn. EFE

id/rd

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo