Esporte

Doda diz que Rodrigo Pessoa não fez falta à equipe: "poderia passar vergonha"

17/08/2016 14h24

Rio de Janeiro, 17 ago (EFE).- Após terminar na quinta posição com a equipe brasileira nas finais dos saltos por equipes do hipismo nesta quarta-feira, o cavaleiro Álvaro de Miranda Neto, o Doda, afirmou que a presença de Rodrigo Pessoa provavelmente não teria trazido um resultado melhor nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

"Acho que não. Com o cavalo que ele tinha, nem chegaria a hoje. Ele poderia fazer várias faltas. Não tinha nenhuma condição e poderia até passar vergonha. Um cara que nem ele, um craque, necessita de um cavalo à altura, e acredito que na atual condição poderia derrubar do primeiro ao último obstáculo. A sorte dele foi não ser convocado, pois poderia ser muito ruim para o nome dele", afirmou após a disputa.

O campeão da prova individual de saltos em Atenas 2004 também estava no Centro Olímpico de Hipismo, no complexo de Deodoro, e comentou as declarações de Doda. Segundo ele, o antigo companheiro de equipe reagiu "de cabeça quente" ao resultado aquém do esperado.

"Isso a gente nunca vai saber porque não tive a oportunidade de mostrar meu potencial. Acho que ele está reagindo de cabeça quente. Eu entendo a decepção porque também estou decepcionado, represento o Brasil há 26 anos. Acho que tem que colocar esse comentário em um contexto diferente e não vou entrar em polêmica. Eles lutaram e o desfalque fez a diferença", comentou.

Assim como os outros cavaleiros brasileiros, Doda chegou zerado à segunda etapa da decisão, mas a equipe terminou com 13 pontos de penalidades e ficou fora do pódio, que teve a França como campeã, os Estados Unidos com a prata e a Alemanha com o bronze, após vencer o Canadá no desempate pela terceira posição.

O Brasil disputou a prova desfalcado de um integrante, Stephan Barcha, que ganhou a titularidade para o Rio 2016 no lugar de Rodrigo Pessoa. Stephan foi desclassificado da competição na terça-feira, após o cavalo LandPeter do Feroleto apresentar um machucado com sangue.

A constatação do ferimento indica que o cavaleiro esporeou o animal de maneira irregular. Com um componente a menos, o Brasil competiu com apenas três integrantes e não teve o direito a descartar a menor nota obtida no percurso, o que dificultou a disputa.

Na opinião de Rodrigo, vários competidores já foram eliminados pela rigidez da regra, e o problema não foi de Stephan. Mas ele garantiu que isso não teria acontecido caso tivesse sido convocado para representar o país.

"Não é problema do Stephan, acho que o problema todo é o risco que o tecnico quis correr, e a aposta que ele fez não pagou. Aquilo pode acontecer com qualquer um, não é de propósito, é um acidente. Nos últimos dois anos, quando entrou essa lei, houve várias desclassificações. Eu sei que comigo não teria acontecido porque eu monto a minha égua sem espora", analisou.

Questionado se voltaria a competir pela seleção brasileira, Rodrigo Pessoa descartou qualquer possibilidade de retornar sob o comando do técnico americano George Morris, que o tirou dos Jogos Olímpicos.

"Absolutamente, não. Se ele fica, estou fora. Ele entrou como uma lenda e vai sair como uma lêndea. O projeto de me aposentar depois das Olimpíadas está descartado porque são 26 anos de altos e baixos, aqui era uma oportunidade de desfrutar isso, acho que eu merecia essa oportunidade. Não quis me envolver com o grupo para não causar um tumulto, mas infelizmente bateu na trave", declarou.

Apesar de ter ficado fora do pódio nesta quarta-feira, o Brasil terá três representantes na final individual dos saltos, que será disputada na sexta-feira. Eduardo Menezes, Pedro Veniss e Doda Miranda se classificaram entre os 35 competidores que disputarão o ouro.

"A equipe teve um resultado muito bom hoje. É claro que para ser excelente teria que conquistar uma medalha, mas fica a sensação de que fizemos o máximo. Tivemos a infelicidade de entrar apenas com três conjuntos, o que complica muito em uma final por equipes. Mas os cavalos saltaram bem, e deixa uma boa sensação para a disputa de medalha na sexta-feira", disse Doda.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo