Esporte

Zagueiro Luan Garcia vibra com atuação em casa: "Aproveitei a oportunidade"

17/08/2016 19h05

Rio de Janeiro, 17 ago (EFE).- O zagueiro Luan Garcia comemorou a oportunidade de participar da vitória da seleção brasileira sobre Honduras por 6 a 0 nesta quarta-feira, pelas semifinais dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, e revelou ter tido uma sensação especial por jogar na cidade onde vive.

"Estou feliz, joguei em casa, com a família no estádio. E acho que fiz um bom jogo, aproveitei a oportunidade. Agora é descansar e partir para esta final", declarou o defensor do Vasco na zona mista de entrevistas do Maracanã.

"É diferente, estou acostumado a jogar pelo clube, e hoje tinha torcida completa a favor. Estou feliz, tentei dar meu máximo, mas o importante é o resultado do grupo", completou Luan, que substituiu Rodrigo Caio no decorrer do segundo tempo.

O Brasil se classificou para a quarta final olímpica de sua história com uma goleada sobre Honduras por 6 a 0. Na final, contra a Alemanha, o país terá a oportunidade de enfim obter uma medalha de ouro no futebol.

"Não encaro isso como pressão, encaro como oportunidade na minha vida. Estou vivendo um momento que sempre sonhei, que era sonho da minha família, e vamos trabalhar cada vez mais para obter esse ouro", destacou.

Luan ainda lembrou as críticas recebidas pela seleção após os dois primeiros jogos, em que ficou no 0 a 0 primeiro com a África do Sul e depois diante do Iraque.

"Tentaram colocar dúvidas em relação a nosso trabalho, mas quem está aqui dentro nunca duvidou. A gente vem fazendo um bom campeonato, chegou a final sem sofrer um gol sequer, e isso é muito legal. Vamos desfrutar hoje e a partir de amanhã pensar no adversário", afirmou.

Quem também enalteceu o fato de estar na final sem sofrer gols foi o goleiro Weverton, que disse que a invencibilidade após cinco jogos dá confiança.

"Depois das nossas últimas partidas, com certeza o grupo todo está confiante. Nosso papel lá atrás é não tomar gol, e isso aconteceu o torneio inteiro. Esperamos manter assim principalmente neste jogo, vamos trabalhar até sábado para melhor cada vez mais. Tomara que estejamos em uma tarde iluminada para conquistar este ouro inédito", declarou o atleta do Atlético-PR.

Sobre a Alemanha, adversária na decisão do próximo sábado, Wevertond disse que prefere deixar o sentimento de revanche dois anos depois do 7 a 1 da Copa do Mundo para fora das quatro linhas.

"A gente não pode pensar nisso, tem de deixar para o torcedor e decidir dentro de campo, focar na vitória e na medalha de ouro", encerrou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo