Esporte

Ágatha e Bárbara e elogiam alemãs e valorizam prata no Rio

18/08/2016 02h43

Rio de Janeiro, 16 ago (EFE).- A derrota para as alemãs Laura Ludwig e Kira Walkenhorst por 2 sets a 0 nesta quarta-feira não abalou a dupla brasileira formada por Ágatha e Bárbara Seixas, que reconheceu a inferioridade na partida e enalteceu a medalha de prata conquistada nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

"Realmente, demos tudo da gente, mas as alemãs jogaram melhor, elas mereceram. Mas essa prata é muito especial, por isso eu chorei tanto. A gente colocou para fora toda a pressão, a adrenalina, tudo o que vivemos em função desse grande torneio. Estamos felizes por termos dado um resultado positivo para o Brasil", afirmou Bárbara.

Na opinião de Ágatha, os fortes ventos na arena da praia de Copacabana não podem ser usados como argumento para a derrota, mas foram preponderantes para a dupla da Alemanha, que conseguiu administrar melhor a partida naquelas condições.

"Elas começaram a sacar e a gente não conseguiu virar a bola. O vento estava dificultando e é óbvio que dificulta para os dois lados, por isso digo que elas mereceram, souberam jogar nessas condições", declarou.

O Brasil não conquista um ouro no vôlei de praia feminino desde 1996, quando Jacqueline Silva e Sandra Pires subiram ao degrau mais alto do pódio em Atlanta, nos Estados Unidos. Segundo Bárbara, o título seria importante, mas a prata valeu o empenho durante o ciclo olímpico.

"Seria maravilhoso conquistar o ouro depois de 20 anos, mas essa prata tem um gosto maravilhoso. O trabalho para conquistá-la foi árduo, então não existe tristeza. Estamos felizes", comentou.

O segundo lugar de Ágatha e Bárbara Seixas no torneio representa a 12ª medalha do Brasil nesta edição do megaevento esportivo (três de ouro, cinco de prata e quatro de bronze).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo