Esporte

Basejumper Alexander Polli morre em salto em Chamonix, nos Alpes franceses

23/08/2016 11h50

Paris, 23 ago (EFE).- O basejumper Alexander Polli, de nacionalidade ítalo-norueguesa, morreu nesta segunda-feira em um acidente durante um de seus saltos perto da cidade de Chamonix, na França, confirmaram nesta terça-feira à Agência Efe fontes do Pelotão de Gendarmaria de Alta Montanha (PGHM, sigla em francês) dessa cidade dos Alpes.

Polli tinha 31 anos e era um dos melhores praticantes de 'wingsuit' do planeta, um apaixonado por essa modalidade extrema do paraquedismo, na qual os praticantes utilizam um traje especial com asas que os permite planar em grande velocidade.

O ítalo-norueguês morreu após se chocar contra uma árvore na região de Brévent, para onde havia ido saltar com um grupo de cinco pessoas.

O jornal francês "Le Parisien" detalhou hoje que Polli bateu a cabeça e morreu minutos depois da chegada dos serviços de socorro.

Um de seus saltos mais espetaculares aconteceu em 2013, quando atravessou uma pequena abertura nas montanhas de Montserrat, na Espanha, a uma velocidade de 250 km/h.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo