Esporte

Medvedev tacha de "muito asquerosa" investigação sobre doping na Rússia

23/08/2016 12h15

Moscou, 23 ago (EFE).- O primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev, tachou nesta terça-feira de "um coquetel muito asqueroso, composto em 80% pela política" a investigação internacional sobre o doping na Rússia, que deixou a equipe do país fora dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro.

"Uma série de Estados e sua elite político-esportiva buscavam um tradicional inimigo e voltaram a encontrá-lo", escreveu Medvedev no Facebook depois que a Corte Arbitral do Esporte (CAS, sigla em inglês) respaldou hoje a decisão do Comitê Paralímpico Internacional (CPI) de expulsar a Rússia dos Jogos Paralímpicos.

O chefe do governo russo aludiu aos Estados Unidos como o principal interessado em prejudicar a Rússia neste assunto e lamentou que alguns órgãos internacionais "estejam paralisados" por temerem as ações de Washington e pela justiça que esse país exerce além de suas fronteiras.

"As federações esportivas internacionais estão impressionadas pelo caso Fifa e temem a justiça transnacional americana. Alguns estão paralisados. Por isso, em alguns países o doping é encontrado facilmente, enquanto em outros isso não acontece nunca", se queixou Medvedev.

O CPI decidiu no último dia 7 de agosto excluir o Comitê Paralímpico Russo (CPR) dos Jogos do Rio e de todo o movimento paralímpico por sua "aparente incapacidade para cumprir com o Código Antidoping do CPI e o Código Mundial Antidoping", por causa do suposto doping de Estado revelado no relatório McLaren encarregado pela Agência Mundial Antidoping (Wada, sigla em inglês).

O CAS considerou que o CPI "não violou nenhuma norma de procedimento durante o processo" de suspensão do CPR e que "a decisão foi tomada de acordo com as regras do CPI e é proporcional às circunstâncias".

O presidente do CPI, Philip Craven, cifrou em 44 os atletas paralímpicos russos cujos exames antidoping foram manipulados durante os Jogos de Inverno de Sochi, em 2014, segundo o relatório McLaren.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo