Esporte

Putin condecora medalhistas russos, que recebem BMW de presente

25/08/2016 11h47

Moscou, 25 ago (EFE).- O presidente russo, Vladimir Putin, condecorou nesta quinta-feira os medalhistas olímpicos no Rio de Janeiro, onde a Rússia ficou em quarto lugar com 56 medalhas (19 ouros, 18 pratas e 19 bronzes), e presenteou cada atleta com um BMW.

"Apesar das duras provas pelas quais passaram, mostraram uma grande mestria, uma grande capacidade de luta e confirmaram o sólido lugar da Rússia no mundo dos esportes", disse Putin durante a cerimônia oficial.

Putin, um grande amador do judô, entregou a Ordem de Honra aos campeões olímpicos em ginástica artística, luta greco-romana (Roman Vlasov já foi ouro em Londres), esgrima (Yana Egorian foi ouro em individual e por equipes) e nado sincronizado.

A Ordem à Amizade foi outorgada a outros campeões olímpicos em judô, ginástica, esgrima (sabre), luta livre e nado sincronizada.

"Às vésperas da competição, foi excluído um terço dos membros da equipe. Eles foram privados de participar daquelas disciplinas nas quais a Rússia é tradicionalmente favorita. Contudo, não se renderam, lutaram e ganharam", acrescentou.

Os medalhistas de prata e bronze receberam das mãos do ministro de Esportes, Vitaly Mutko, a Ordem ao Mérito de primeira e segunda categoria, respectivamente.

Seguidamente, Putin fez um brinde com champanhe no Palácio do Kremlin ao lado dos medalhistas, que lhe trouxeram uma tocha olímpica.

Além disso, os medalhistas receberam dinheiro e um carro como presente: um BMW X6.

Os BMWs, que estavam esperando seus novos donos na mesma Praça Vermelha junto aos muros do Kremlin, substituem os Audi e Mercedes, os modelos que receberam em anteriores ocasiões os medalhistas russos (Londres 2012 e Sochi 2014).

Devido à exclusão devido ao doping de suas respectivas federações das equipes de atletismo e halterofilismo, além de quase todos os remadores, só 286 esportistas russos viajaram para o Rio.

Mutko destacou a vitória da equipe feminina de handebol, os quatro ouros em esgrima, as vitórias em luta, judô, ginástica e nado sincronizado, e o fato de as medalhas terem seido conseguidas em 18 disciplinas esportivas.

Alguns esportistas russos, em particular os nadadores e, com especial atenção, Yulia Efimova, foram vaiados durante os primeiros dias dos Jogos Olímpicos, mas as críticas foram cessando conforme a competição avançava.

A maior decepção foram as equipes de vôlei, já que o feminino caiu nas quartas de final e a masculino, campeão olímpico em Londres, foi apenas quarto colocado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo