Esporte

Espanha visita Bélgica para amistoso marcado por estreia de técnicos

31/08/2016 17h10

Bruxelas, 31 ago (EFE).- A seleção da Espanha iniciará nesta quinta-feira uma nova era, no amistoso com a Bélgica, em Bruxelas, que marcará a estreia do técnico Julen Lopetegui, sucessor de Vicente del Bosque, que se aposentou após oito anos na função, em que conquistou o título mundial.

Nos últimos anos, os resultados da 'Roja' não corresponderam as expectativas, como na derrota para o Brasil na final da Copa das Confederações por 3 a 0, a eliminação na primeira fase da Copa do Mundo, além da queda nas oitavas de final da Eurocopa, neste ano, na França.

Na primeira convocação, Lopetegui, ex-goleiro de Real Madrid e Barcelona, e técnico das divisões de base da Espanha, apostou em jovens como Marco Asensio, Saúl Ñíguez e Sergi Roberto, três das principais promessas do futebol espanhol na atualidade.

Por outro lado, o novo comandante já anunciou que o veterano Iker Casillas não será mais chamado, garantindo David de Gea como novo titular do gol. Outros experientes, como Sergio Ramos, Gérard Piqué, Jordi Alva e David Silva seguem no grupo.

A Bélgica, por sua vez, também começa um novo ciclo, em que tentará confirmar que a "ótima geração" formada por Eden Hazard, Kevin De Bruyne, entre outros, realmente tem condições de se tornar protagonista cenário internacional.

Depois da queda nas quartas de final da Eurocopa, com surpreendente derrota para País de Gales por 3 a 1, o técnico Marc Wilmots acabou demitido, dando lugar, justamente, a um espanhol, Roberto Martínez, que terá o francês Thierry Henry como auxiliar.

O duelo no Estádio Rei Balduíno, em Bruxelas, ainda marcará a defesa de um tabu de 36 anos da Espanha sem perder para a Bélgica. A última derrota, por 2 a 1, aconteceu em 15 de junho de 1980, em Milão, pela Euro. Desde então, foram dez partidas vencendo ou empatando.

Uma dessas igualdades, em 1 a 1, aconteceu no confronto mais importante entre as duas seleções, na Copa do Mundo de 1986. Nos pênaltis, os belgas levaram a melhor por 5 a 4 e avançaram de fase.

Ainda nesta quinta-feira, a seleção portuguesa, atual campeã continental, entrará em campo pela primeira vez depois do título, para duelar com a frágil Gibraltar, no estádio do Bessa Século XXI, no Porto, que pertence ao Boavista.

Os lusos ainda estarão sem Cristiano Ronaldo, que se machucou na final da competição continental, contra a França, vencida na prorrogação. Outro que ficou fora foi o meia Renato Sanches, que também se contundiu no jogo disputado no Stade de France.

O jogo mais chamativo desta quinta-feira será o que colocará frente a frente a Itália e os vice-campeões do continente, em Bari. Além disso, haverá amistoso entre Holanda e Grécia, em Eindhoven.



Prováveis escalações:.

Bélgica: Courtois; Meunier, Alderweireld, Vermaelen e Vertonghen; Defour, Witsel, De Bruyne, Carrasco e Hazard; Origi (ou Romelu Lukaku). Técnico: Roberto Martínez.

Espanha: De Gea; Carvajal, Piqué, Sergio Ramos e Alba; Busquets, Koke e Thiago Alcântara; Vitolo, Nolito e Morata. Técnico: Julen Lopetegui.

Árbitro: Benoit Bastien (França).

Estádio: Rei Balduino, em Bruxelas (Bélgica).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo