Esporte

Após vitória de Rosberg, Hamilton vai em busca de reação no GP da Itália

01/09/2016 16h23

Redação Central, 1 set (EFE).- Separados por apenas nove pontos, o britânico Lewis Hamilton e o alemão Nico Rosberg, ambos da Mercedes, encaram neste domingo o Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1, o primeiro após o anúncio do adeus de Felipe Massa da categoria, que acontecerá depois desta temporada.

No último fim de semana, o GP da Bélgica foi movimentado, especialmente pela reação do dono dos dois últimos títulos e líder neste ano, que saiu da última fila para subir no pódio, ao alcançar a terceira colocação, chegando assim aos 232 pontos.

No lendário circuito de Monza, Hamilton vai tentar alcançar a marca de 50 vitórias na categoria, o que o deixaria a uma de igualar o francês Alain Prost, segundo maior vencedor de todos os tempos, atrás apenas do alemão Michael Schumacher, que conquistou 91.

Rosberg levou a melhor na prova disputada em Spa-Francorchamps sem qualquer dificuldade. Com isso, o alemão se aproximou mais uma vez do companheiro de equipe, ao chegar aos 223 pontos nesta edição da competição.

O resultado do GP belga acabou tendo interferência direta das punições recebidas por Hamilton, que perdeu 65 por trocas em todos os componentes da unidade de potência. Agora, na Itália, os dois pilotos deverão duelar já na definição do grid de largada, no sábado.

A dupla da Mercedes, aliás, tentará voltar a fazer dobradinha depois de duas provas só com um deles no pódio. Nas últimas três temporadas, nunca houve três provas seguidas sem as "Flechas Prateadas" estarem juntos na primeira e segunda colocação.

Felipe Massa, da Williams, que ocupa apenas a décima colocação na temporada, com 39 pontos, vem fazendo temporada discreta, mas foi alçado a condição de protagonista ao anunciar nesta quarta-feira que deixará a Fórmula 1 no fim da temporada.

"Minha carreira foi mais longa do que eu já mais pensei, e estou orgulhoso de tudo o que conquistei. É uma grande honra encerrá-la em uma equipe fantástica como a Williams. Será emocionante parar com meu Grande Prêmio de número 250, em Abu Dhabi", disse o vice-campeão mundial em 2008, em entrevista coletiva.

Em vídeo postado no Facebook, o paulista garantiu que se dedicará ao máximo nas oito provas restantes do Campeonato Mundial, principalmente, para tentar levar a Williams além do quinto lugar que ocupa entre os construtores.

Outro que chama a atenção para a prova deste fim de semana é o holandês Max Verstappen, que se envolveu em série de manobras polêmicas na Bélgica, com toques no alemão Sebastian Vettel e no finlandês Kimi Raikkonen, ambos da Ferrari.

Ao obter apenas o 11º lugar em Spa, o piloto da Red Bull interrompeu série de seis provas consecutivas na zona de pontuação. Já o companheiro do jovem de 18 anos, o australiano Daniel Ricciardo, vai em busca de repetir o bom desempenho da última prova, em que ficou em segundo.

O Grande Prêmio da Itália é um dos mais velozes da F-1 atual, com os pilotos podendo alcançar os 350 km/h. Ao todo, serão 53 voltas no circuito de Monza. As atividades do fim de semana começam nesta quinta-feira, com os primeiros treinos livre. A largada, no domingo, está marcada para as 9h (de Brasília).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo