Esporte

Felipe Massa não renova com Williams e anuncia adeus ao Mundial de Fórmula 1

01/09/2016 09h55

Redação Central, 1 set (EFE).- O piloto brasileiro Felipe Massa anunciou nesta quinta-feira que deixará a Fórmula 1 após o término da atual temporada, após a confirmação de que não renovará contrato com a Williams, equipe que defende desde 2014.

"Minha carreira foi mais longa do que eu já mais pensei, e estou orgulhoso de tudo o que conquistei. É uma grande honra encerrá-la em uma equipe fantástica como a Williams. Será emocionante parar com meu Grande Prêmio de número 250, em Abu Dhabi", disse o vice-campeão mundial em 2008, em entrevista coletiva.

O futuro do paulista, que também passou por Sauber e Ferrari, era especulado há alguns meses, devido a proximidade do término do vínculo contratual com a escuderia inglesa. Uma transferência para a Renault chegou a ser especulada.

Desde a entrada no grid da Fórmula 1, em 2002 - com breve saída no ano seguinte -, Massa venceu 11 corridas, subiu 41 vezes no pódio, largou na pole position em 16 provas, cravou 15 voltas mais rápidas e marcou 1.110 pontos.

"Eu gostaria de agradecer a todos os fãs, a todos que participaram da minha carreira, começando pela minha família", disse o brasileiro, em vídeo publicado no Facebook, em que citou, entre outros, a esposa Rafaella, o filho Felipinho, os pais, o empresário Nicolas Todt, o ex-diretor-esportivo da Ferrari e atual presidente da FIA, Jean Todt.

A partir do GP da Itália, que acontecerá já neste fim de semana, Massa terá pela frente mais oito provas, culminando com a prova em Abu Dhabi. Além disso, em 13 de novembro, o paulista se despedirá, correndo pela Fórmula 1, do circuito de Interlagos, onde venceu duas vezes, e ficou perto do título mundial, em 2008.

Apesar de dedicar parte do vídeo publicado nas redes sociais à Ferrari, o brasileiro ainda destacou o período na Williams, garantindo que se dedicará ao máximo no restante desta temporada, para melhorar a posição dele (10º) e a da escuderia (5ª).

"Vou dar o meu máximo para conseguir fazer uma segunda parte de campeonato excelente. Foi uma excelente história que fizemos juntos, contando os dois últimos anos, em que conseguimos chegar em terceiro no campeonato de construtores, que foi como uma vitória para mim", afirmou.

Massa não confirmou qual será seu futuro, abrindo a possibilidade de correr em outra categoria ou "fazer outros tipos de trabalho", sem especificar em que área poderia atuar profissionalmente.

Na Fórmula 1, Felipe Nasr, atualmente na Sauber, pode ser o único brasileiro na próxima temporada, embora não haja certeza sobre a permanência dele na escuderia, que trocou de donos recentemente.

Já a Williams ainda faz mistério sobre o sucessor de Massa e, provável, companheiro do finlandês Valtteri Bottas, que segundo a imprensa europeia, já assinou renovação de contrato por duas temporadas. Um dos favoritos a assumir o cockpit agora ocupado pelo brasileiro é o mexicano Sérgio Pérez.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo