Esporte

Investigação interna descarta corrupção na escolha de Tóquio como sede

01/09/2016 12h14

Tóquio, 1 set (EFE).- Um painel de investigação montado pelo Comitê Olímpico do Japão garantiu nesta quinta-feira que não houve qualquer ilegalidade na escolha de Tóquio como sede dos Jogos Olímpicos de 2020, descartando as suspeitas de suborno.

O grupo foi formado por dois advogados e um contador, que tiveram a tarega de analisar todas as transações financeiras realizadas pelo Comitê Olímpico durante o processo de candidatura e o período da eleição, que são objetivo de investigação paralela da justiça da França.

A candidatura da capital japonesa realizou pagamentos de US$ 2 milhões (R$ 6,5 milhões) à companhia Black Tidings, em nome de Ian Tan Tong Han e vinculada a Papa Massata Diack, filho do ex-presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), o senegalês Lamine Diack.

O montante pago, a título de consultoria, foi considerado "elevado, nas não eram destinados a compra de votos". Além disso, o painel afirma que não houve desrespeito a qualquer lei, nem ao Código de Ética do Comitê Olímpico Internacional.

O relatório aponta que os pagamentos foram legítimos porque Ian Tan Tong Han "tinha acesso a informações confidenciais sobre o processo de eleição das candidaturas", o que ficou demonstrado com os bons resultados obtidos a partir dos serviços prestados. Apesar disso, o grupo admite que houve "falta de transparência" nas transferências.

"Acho que isso acaba com as suspeitas de que se tratou de suborno", afirmou o advogado Yoshihisa Hayakawa, presidente do painel, em entrevista coletiva realizada hoje em Tóquio.

As suspeitas apontavam em relação a depósito em contas de Lamine Diack, que acabou sendo decisivo para a escolha da capital do Japão como sede dos Jogos Olímpicos de 2020.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo