Topo

Esporte

Prefeitura de Madri cobra R$ 66,5 milhões do Real por ajuda pública ilegal

EFE/Luca Piergiovanni
Imagem: EFE/Luca Piergiovanni

Da EFE

03/09/2016 14h02

A prefeitura de Madri divulgou neste sábado que está cobrando do Real Madrid a devolução de 18,4 milhões de euros (R$ 66,5 milhões), que seriam referentes a ajudas estatais ilegais recebidas pelo clube.

A medida, de acordo com comunicado emitido pelo governo local, foi tomada a partir de determinação da Comissão Europeia feita em julho deste ano. A notificação formal foi entregue ontem na sede do clube esportivo.

A decisão do órgão continental obrigava a prefeitura a recuperar a quantia referente a "vantajosa transmissão de imóveis", que eram propriedade do Poder Executivo municipal e mudaram de mãos a partir de convênio firmado em 1991, além de permuta de bens.

O valor determinado pela Comissão Europeia, no entanto, chega a 20,2 milhões de euros (R$ 73 milhões), e deverá ser pago nos próximos dois meses. Até o momento da devolução, no entanto, ainda poderão incidir juros a serem quitados pelo Real.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte