Esporte

Jogadores e árbitros de futebol decretam greve no Equador

08/09/2016 14h53

Guayaquil (Equador), 8 set (EFE).- A Federação de Jogadores e a Associação de Árbitros do Equador anunciaram nesta quinta-feira que estão entrando em greve, contra os atrasos de salários, no caso do primeiro grupo, e a falta do pagamento de taxas, para o segundo.

Iván Hurtado, presidente do sindicato dos futebolistas, revelou que algumas equipes já acumulam cinco meses sem cumprir as obrigações, e que a situação não parece ter solução a curto prazo, por isso, foi tomada a decisão pela paralisação.

"Em outras ocasiões, chegamos a um acordo, mas ele não foi cumprido. Assim, é difícil. Se respeitassem mais nossos jogadores, jamais tomaríamos essas medidas", disse o ex-zagueiro da seleção equatoriana.

Luis Muente, mandatário da Associação de Árbitros, lamentou que há negociação é longa com a federação, mas que também não aconteceu nenhum avanço recente.

Ontem, o presidente da Federação Equatoriana de Futebol, Carlos Villacís, havia afirmado que "não há razão para suspender" o Campeonato Equatoriano, e que tinha uma reunião marcada com Hurtado "para encontrar uma solução".

O dirigente garantiu que, no caso dos árbitros, "os cheques estão prontos para serem entregues", adiantando que a solução do caso está próxima.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo