Esporte

City goleia Bournemouth e mantém 100% de aproveitamento na ponta do Inglês

17/09/2016 16h34

Redação Central, 17 set (EFE).- Em grande início de temporada, o Manchester City goleou o Bornemouth por 4 a 0 em casa neste sábado e já se garantiu na liderança do Campeonato Inglês até o fim da quinta rodada.

A equipe treinada por Josep Guardiola, que não pôde contar com o atacante argentino Sergio Agüero, por suspensão, nem com David Silva, lesionado, voltou a mostrar a excelente fase ao engatar a oitava vitória consecutiva, cinco no campeonato nacional e três na Liga dos Campeões, duas delas na fase prévia.

O triunfo deste sábado começou com Kevin De Bruyne, o melhor jogador da partida, que abriu o placar aos 15 minutos em bela cobrança de falta por baixo da barreira. Dez minutos depois, Kelechi Iheanacho ampliou a conta.

Após Raheem Sterling marcar o terceiro logo aos três minutos do segundo tempo, coube a De Bruyne dar incrível assitência para Ilkay Gündogan, na cara do gol, tocar na saída do goleiro e dar números finais à partida no Etihad Stadium. Perto do fim, Nolito ainda foi expulso com um cartão vermelho direto ao cometer uma falta.

O Manchester City se consolida na liderança do Campeonato Inglês com 15 pontos, dois de vantagem sobre o Everton, que venceu o Middlesbrough por 3 a 1 neste sábado.

A equipe de Liverpool se confirmou na segunda posição ao emplacar a quarta vitória consecutiva, com direito a virada em casa após um gol contra do goleiro Maarten Stekelenburg, que colocou para dentro ao ser pressionado pelo atacante Álvaro Negredo aos 21 minutos.

Durou pouco a vantagem dos visitantes, que não resistiram à pressão e sofreram o empate por meio de Gareth Barry, aos 24, e viram Seamus Coleman e Romelu Lukaku concretizarem a virada ainda no primeiro tempo, aos 42 e 46 minutos, respectivamente.

Outra equipe que mostrou competência foi o Arsenal, terceiro colocado, com cinco pontos a menos que o líder após vencer o Hull City por 4 a 1 fora de casa, com dois gols de Alexis Sanchez, que ainda desperdiçou um pênalti após Livermore ser expulso por colocar a mão na bola dentro da área.

O atacante chileno colocou os visitantes na frente aos 17 minutos de jogo. No segundo tempo, Theo Walcott ampliou aos dez minutos e Snodgrass descontou em penalidade máxima, aos 34. A pressão aumentou e Sanchéz voltou a marcar aos 38, seguido por Granit Xhaka, nos acréscimos.

Também sem dificuldades, o atual campeão, Leicester, venceu o 15º colocado, Burnley, em casa por 3 a 0, o mesmo placar da vitória sobre o Club Brugge pela Liga dos Campeões no meio da semana.

Com dois gols do argelino Islam Slimani e um contra do zagueiro Ben Mee, a equipe chegou à nona posição, com sete pontos, os mesmos do West Bromwich, oitavo, que aumentou a crise do West Ham (17º) ao derrotar o rival por 4 a 2.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo