Esporte

Técnicos que tiraram as roupas após luta no Rio 2016 são suspensos por 3 anos

21/09/2016 16h35

Redação Central, 21 set (EFE).- Os técnicos Tserenbaatar Tsogtbayar e Byambarenchin Bayaraa foram suspensos por três anos pela União Mundial de Luta, por terem ficado seminus no fim de um combate nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Os dois protestavam contra a derrota do comandado Mandakhnaran Ganzorig para o uzbeque Ikhtiyor Navruzov, pela disputa da medalha de bronze da categoria até 65 quilos da luta livre.

Um dos técnicos entrou na área de combate, revoltado com a arbitragem da luta, tirou a camisa e as calças, ficando só de cuecas. O outro, mais contido, preferiu ficar apenas sem a camisa que vestia.

Bayaraa, após protagonizar a inusitada cena, garantiu que o protesto aconteceu por que os juízes "não estiveram bem e favoreceram o rival" de Ganzorig.

Além da suspensão de três anos aos técnicos, a Federação de Luta da Mongólia foi multada por causa do comportamento da dupla.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo