Esporte

Federação anuncia que Sam Allardyce não é mais técnico da seleção inglesa

27/09/2016 16h45

(Atualiza com anúncio do técnico interino da seleção).

Londres, 27 set (EFE).- A Federação Inglesa de Futebol (FA) anunciou nesta terça-feira que Sam Allardyce deixou a função de técnico da seleção principal, dois meses após ser contratado, após ser flagrado em vídeo admitindo que burlava a regulamentação da Fifa de registro de jogadores.

O treinador, de 61 anos, foi gravado por profissionais do jornal "The Telegraph" durante uma investigação de dez meses realizada por uma equipe de repórteres. O veículo publica hoje ter obtido provas sobre casos de subornos e corrupção no futebol.

A princípio, o ex-zagueiro Gareth Southgate, que atualmente comanda a seleção sub-21 do país, assumirá a equipe nacional principal de maneira interina, para os jogos contra Malta, Eslovênia e Escócia, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo, e para o amistoso com a Espanha.

No vídeo, Allardyce, que assumiu o comando do 'English Team', há pouco mais de dois meses, aparece negociando com supostos empresários um acordo avaliado em 400 mil libras (R$ 1,68 milhão) para representar uma empresa de investidores asiática e fazer palestras em determinados eventos.

O técnico também explica para outro repórter - apresentado também como empresário - como burlar a legislação sobre a propriedade de jogadores por terceiros, uma prática proibida pela FA desde 2008. A Fifa também proibiu a participação de investidores na compra de direitos econômicos de jogadores.

Allardyce também faz críticas à FA no vídeo. Segundo ele, a federação só está interessada em "fazer dinheiro" e, depois que se transformou na mais rica do mundo, gastou "de maneira estúpida 870 milhões (de euros) no estádio de Wembley".

Nas bolsas de apostas do país, Alan Pardew, comandante do Crystal Palace, aparece como favorito a assumir a função. De acordo com a casa Unibet UK, a contratação do inglês para 3/1.

Logo atrás aparecem Eddie Howe, do Bournemouth, e Steve Bruce, atualmente sem clube, com 6/1. Fechando o 'top-5', estão Glenn Hoddle, que treinou a seleção entre 1996 e 1999, e Gareth Southgate, da seleção sub-21, ambos com cotação 10/1.

Outros nomes que viraram alvo da aposta são Jürgen Klinsmann (14/1), Alan Shearer (20/1), Arsene Wenger (22/1) e Roberto Mancini, Gary Neville, Harry Redknapp e Vicente del Bosque (25/1).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo