Esporte

Paralisia facial afasta atacante paraguaio dos gramados por três semanas

Maria Calls/AFP Photo
Clube diagnosticou paralisia de Bell em Edgar Benítez (foto) no dia 27 de setembro Imagem: Maria Calls/AFP Photo

Da EFE, na Cidade do México

04/10/2016 17h17

O atacante paraguaio Édgar Benítez, do Querétaro, sofreu uma paralisia facial e ficará longe dos gramados por até três semanas, informou o clube em comunicado de imprensa divulgado nesta terça-feira.

Benítez "apresentou uma paralisia facial, ou paralisia de Bell, do lado esquerdo no dia 27 de setembro", de acordo com o diagnóstico do médico Franco Vázquez Ponce.

A paralisia de Bell é uma condição temporária que faz com que certos músculos da face se debilitem ou paralisem e a recuperação pode demorar algumas semanas.

O jogador será retirado da lista de convocados da seleção paraguaia para as partidas contra Colômbia, em Assunção, e Argentina, em Córdoba, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo