Esporte

"Um dos dias mais felizes da carreira", diz Sharapova após decisão da CAS

04/10/2016 14h04

Moscou, 4 out (EFE).- A tenista russa Maria Sharapova disse nesta terça-feira, após saber que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) reduziu de dois anos para 15 meses sua suspensão por consumo da substância proibida Meldonium, que este é "um dos dias mais felizes" da carreira.

"Passei de um dos dias mais difíceis da minha carreira em março passado, quando conheci a sanção, para um dos mais felizes quando soube que poderei retornar ao tênis em abril", disse em sua página no Facebook.

Sharapova, que estará autorizada a voltar às quadras no dia 26 de abril de 2017, afirmou que o tênis é sua "paixão" e que está "contando os dias" para voltar a competir.

"Assumi desde o início a minha responsabilidade por desconhecer que o suplemento que estava tomando durante os últimos dez anos não era permitido", ressaltou.

Ao mesmo tempo, acusou a Federação Internacional de Tênis (ITF) de não informar devidamente sobre a proibição do Meldonium, ao contrário de outras federações, "especialmente na Europa Oriental, onde milhões de pessoas consomem Meldonium".

"Espero que a ITF e os correspondentes órgãos antidoping do tênis aprendam como trabalham outras federações para que nenhum outro tenista tenha que passar por isso que eu passei", lamentou.

A CAS explicou em comunicado que Sharapova violou as regras antidoping ao consumir uma substância que foi proibida a partir de 1º de janeiro deste ano, mas afirmou que não foi um erro "significativo".

"Por isso, a desqualificação de 15 meses é a punição mais apropriada", informou o órgão.

Desta forma, Sharapova perderá a próxima edição do Aberto da Austrália, mas chegará a tempo de disputar Roland Garros, torneio que conquistou duas vezes, em 2012 e 2014.

O técnica da equipe olímpica russa, Vladimir Camelzon, declarou que a decisão da CAS permitirá que Sharapova "recupere seu bom nome" e acusou a ITF e a Agência Mundial Antidoping (Wada) de "inventar um problema para acabar com uma grande atleta".

A ITF impôs em 8 de junho uma suspensão de dois anos a Sharapova por consumo de Meldonium, sanção que entrou em vigor de maneira retroativa a partir de 26 de janeiro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo