Esporte

Itália e Espanha fazem clássico com liderança e revanche como atrativos

05/10/2016 19h32

Turim, 5 out (EFE).- Espanha e Itália protagonizarão nesta quinta-feira no Juventus Stadium, em Turim, o principal jogo da rodada das Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2018, não só pela tradição das duas seleções, mas por valer a liderança do grupo G e porque a tetracampeã mundial eliminou 'La Roja' na última Eurocopa.

As duas equipes estrearam na classificatória com vitórias tranquilas. A campeã da Copa de 2010 goleou Liechtenstein por 8 a 0 em casa, em León, enquanto a 'Azzurra' foi a Haifa e bateu Israel por 3 a 1.

A rivalidade entre as duas seleções nunca foi pequena, mas cresceu recentemente com confrontos em mata-mata nas últimas três edições da Euro. A Espanha levou a melhor nas quartas de final em 2008 e na decisão em 2012, mas foi derrotada pela Itália nas oitavas de final neste ano, na França.

Três meses depois, as equipes se reencontram com cara nova. Desde a queda precoce na Euro, a tricampeã continental vem passando por transformações. Teve fim a era Vicente del Bosque, que estava à frente da 'Fúria' desde 2008, e em seu lugar entrou Julen Lopetegui.

Lopetegui estudou bastante o duelo de Saint-Denis e vem buscando soluções para encarar uma adversária que joga no 3-5-2 e muitas vezes tem cinco homens na retaguarda. A ideia que o treinador deverá colocar em prática é usar um meio mais ofensivo, com Vitolo ao lado de Iniesta e David Silva, e um ataque com Morata e Diego Costa.

Na Itália, Giampiero Ventura, que substituiu Antonio Conte, agora no Chelsea, mexeu pouco na estrutura montada por seu antecessor. Ele vem mantendo a base defensiva da Juventus, incluindo o goleiro Gianluigi Buffon, que chegará a 164 partidas pela 'Azzurra', mas terá de substituir Giorgio Chiellini, suspenso.

Se a Espanha tem um toque brasileiro na linha de frente com Diego Costa, a Itália conta com Éder, que ainda não encantou na Inter de Milão, pela qual foi contratado em janeiro, mas que costuma ir bem pela seleção.

Na sexta-feira, entrarão em campo duas grandes seleções que estão no grupo A e não estrearam bem. A França ficou no 0 a 0 na visita a Belarus e agora jogará em casa contra a Bulgária, enquanto a Holanda, que empatou com a Suécia em 1 a 1 em Estocolmo receberá justamente os bielorrussos. Na próxima segunda, as duas gigantes se encontrarão em Amsterdã.

No mesmo dia, pelo grupo B, a seleção de Portugal, atual campeã europeia, buscará a reabilitação diante de Andorra, depois de ter sido surpreendida pela Suíça na casa do adversário.

A Alemanha, atual campeã mundial, bateu a Noruega em Oslo na estreia no grupo C e receberá a República Tcheca em Hamburgo no sábado, mesmo dia em que a Inglaterra jogará contra Malta em Wembley. A caminhada do 'English Team' rumo à Rússia começou com triunfo sobre a Eslováquia, pelo grupo F.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo