Esporte

Rosberg busca vitória inédita no Japão para se manter rumo ao título

05/10/2016 15h37

Redação Central, 5 out (EFE).- A cinco corridas do inédito e sonhado título do Mundial de pilotos da Fórmula 1, o alemão Nico Rosberg terá neste fim de semana o desafio de vencer o Grande Prêmio do Japão pela primeira vez na carreira e manter-se com boa vantagem à frente do principal concorrente e companheiro de equipe na Mercedes, o britânico Lewis Hamilton.

Terceiro colocado no GP da Malásia, no último domingo, quando ainda contou com a quebra do motor de Hamilton, Rosberg tem agora 23 pontos de diferença para o rival (288 a 265).

O momento é favorável ao alemão, mas o retrospecto aponta vantagem para o tricampeão mundial, que venceu as duas últimas edições da prova disputada em Suzuka. Já Rosberg tem como melhores resultados os segundos lugares obtidos em 2014 e 2015.

O problema mecânico de Hamilton em Sepang, quando faltavam apenas 15 voltas para o fim da corrida, em que era líder, foi providencial para o concorrente. O atual vice-campeão se envolveu em um acidente com o compatriota Sebastian Vettel (Ferrari) e teve de se recuperar, saindo da 21ª para a terceira colocação. Apesar de ter ampliada a vantagem na tabela, ele garantiu que entra na pista sempre para vencer.

"Eu não pensei em pontuação durante todo o ano, e não vai ser agora que vou começar. Venho para as corridas para vencê-las, e essa é a meta a cada corrida. Suzuka é a próxima oportunidade, e adoraria subir ao ponto mais alto do pódio", declarou Rosberg.

Outra preocupação da Mercedes, esta um pouco menor, é a conquista do tricampeonato no Mundial de Construtores. A dobradinha da Red Bull na Malásia, com o australiano Daniel Ricciardo em primeiro e o holandês Max Verstappen em segundo, impediu a festa antecipada da equipe alemã.

Suzuka considerado um dos circuitos "de piloto", no qual não conta apenas a velocidade. As habilidades do competidor podem fazer a diferença na busca por um bom resultado.

Hamilton é um desses "habilidosos", já que triunfou no Japão em três ocasiões (2007, 2014 e 2015). Contudo, entre os pilotos em atividade, quem mais recebeu a bandeirada à frente foi Vettel, quatro vezes, em 2009, 2010, 2012 e 2013, todas pela Red Bull.

Entre os brasileiros, Felipe Massa (Williams) vem em baixa em sua temporada de despedida da Fórmula 1 e não pontua há duas corridas, o que o fez despencar para a 11ª posição no campeonato. Já Felipe Nasr (Sauber) não tem um ponto sequer e tenta quebrar o jejum.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo