Esporte

Neymar brilha, Brasil atropela a Bolívia em casa e Tite se mantém 100%

06/10/2016 23h44

Natal, 5 out (EFE).- Com 100% de aproveitamento sob o comando de Tite e grande partida de Neymar, a seleção brasileira mostrou ótimo desempenho ao golear a Bolívia por 5 a 0 nesta quinta-feira, na Arena das Dunas, em Natal, e chegou à terceira vitória seguida pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

Destaque do jogo, o camisa 10 do Brasil marcou um gol, deu duas assistências e infernizou a defesa adversária, mas estava pendurado e recebeu o cartão amarelo. Com a suspensão, Neymar, que foi substituído após levar uma cotovelada e sofrer um corte no rosto, será desfalque contra a Venezuela, em Mérida, na terça-feira.

Esta foi a primeira vez desde 2013 que o Brasil conquistou três triunfos em sequência, após as vitórias por 3 a 0 sobre o Equador, em Quito, e por 2 a 1 sobre a Colômbia, na Arena da Amazônia, em Manaus.

Mesmo com a vitória, a seleção brasileira não pôde assumir a ponta da tabela porque, horas antes, o Uruguai venceu a Venezuela em casa por 3 a 0 e chegou a 19 pontos, um a mais que a equipe treinada por Tite. Derrotada, a Bolívia continua com oito pontos.

A torcida presente na Arena das Dunas viu um jogo de ataque contra defesa. O primeiro lance de perigo veio aos cinco minutos, após Renato Augusto lançar na entrada da área para Gabriel Jesus, que jogou para a perna esquerda e chutou desequilibrado pela linha de fundo.

O placar foi aberto aos dez minutos. Neymar desarmou um adversário no meio de campo e tocou para Gabriel Jesus, que ficou cara a cara com o goleiro e devolveu a bola limpa para o camisa 10 apenas empurrar para o fundo das redes. E era só o início.

Em boa jogada pelo lado direito aos 25 minutos, Giuliano recebeu de letra de Daniel Alves, se livrou da marcação dentro da área e tocou curto para Philippe Coutinho, que começou como titular, chutar rasteiro de primeira e ampliar a vantagem.

Observado à distância por Alisson, que quase não viu a bola, o baile continuou aos 38 minutos, quando Neymar recebeu em posição irregular, puxou toda a marcação na intermediária e tocou sutilmente para Filipe Luís, que disparou pela esquerda e chutou na saída do goleiro para marcar o terceiro.

Ainda dava tempo para mais um na etapa inicial. Aos 43 minutos, Neymar foi lançado em velocidade pelo lado esquerdo, cortou para o meio e enfiou por entre a zaga para Gabriel Jesus. Quase sem ângulo, o atacante do Palmeiras tocou com estilo para tirar o goleiro e definir uma goleada antes do intervalo.

Sob gritos de "olé" já no primeiro minuto do segundo tempo, os brasileiros quase marcaram novamente em jogada individual de Neymar, que passou por dois marcadores e chutou de longe, mas Lampe espalmou. No rebote, Giuliano chutou para fora.

Pouco depois, Neymar recebeu na ponta, viu Gabriel Jesus arrancar por trás da zaga e lançou com precisão, mas o cabeceio saiu sem força e o goleiro boliviano conseguiu fazer a defesa. Esse foi o último lance da partida do atacante do Barcelona, que sangrou ao levar uma cotovelada de Duk e foi substituído por Willian.

O quinto gol do Brasil veio direto de Liverpool. Em cobrança de escanteio aos 29 minutos, Coutinho colocou na cabeça do companheiro de equipe Roberto Firmino, que havia acabado de entrado no lugar de Gabriel Jesus e acertou o canto esquerdo do goleiro para aumentar a diferença.

Após o quinto, o ataque pisou no freio, mas o controle da bola foi mantido e, em uma das melhores atuações coletivas da seleção brasileira nos últimos tempos, principalmente no primeiro tempo, a Bolívia sequer levou perigo ao gol de Alisson durante todo o jogo.



Ficha técnica:.

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho, Renato Augusto, Giuliano (Lucas Lima), Philippe Coutinho e Neymar (Willian); Gabriel Jesus (Roberto Firmino). Técnico: Tite.

Bolívia: Lampe; Rodríguez, Zenteno, Raldés e Marvin Bejarano; Meleán, Azogue, Arce e Campos (Vaca); Marcelo Moreno e Duk (Pablo Escobar). Técnico: Ángel Guillermo Hoyos.

Árbitro: Wilson Lamouroux (Colômbia), auxiliado pelos compatriotas Alexander Guzmán e Eduardo Díaz.

Gols: Neymar, Philippe Coutinho, Filipe Luís, Gabriel Jesus, Roberto Firmino (Brasil).

Cartões Amarelos: Neymar (Brasil); Meleán, Azogue (Bolívia).

Estádio: Arena das Dunas, em Natal.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo