Esporte

Goleiro falha, França vence Holanda em Amsterdã e é líder nas Eliminatórias

10/10/2016 17h46

Amsterdã, 10 out (EFE).- No principal jogo da terceira rodada das Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2018, a França venceu a Holanda por 1 a 0 na Amsterdam Arena, nesta terça-feira, e se manteve na liderança do grupo A, enquanto a equipe da casa caiu para a terceira posição.

Em partida pouco empolgante, foi determinante a falha do experiente goleiro Stekelenburg, titular da seleção holandesa na Copa de 2010. Ele aceitou um chute de Pogba da intermediária e acabou sendo o vilão da torcida local.

O resultado levou os 'Bleus' a sete pontos, mesmo número que a Suécia, que derrotou a Bulgária por 3 a 0 na Friends Arena, em Solna, e leva a pior no número de gols marcados. A Holanda soma quatro pontos.

Em sua primeira empreitada desde que Ibrahimovic anunciou que não a defenderia mais, a seleção sueca vem conseguindo brigar na parte de cima e hoje contou com gols de Toivonen, Hiljemark e Lindelöf para obter o triunfo. Também pelo grupo A, Belarus não passou de um empate com Luxemburgo em 1 a 1 em Borisov.

A França vem optando por manter a base vice-campeã europeia em casa em julho. Apenas três titulares do jogo desta quarta não começaram jogando a final da Euro, contra Portugal: os laterais Sidibé e Kurzawa e o atacante Gameiro.

Já a Holanda, que ficou fora do torneio continental, vem passando por renovação e apostando em caras novas. Os jogadores mais conhecidos são Stekelenburg e os meias Strootman e Wijnaldum.

O jogo começou em um ritmo mais lento, e a primeira jogada de perigo aconteceu apenas aos 12 minutos de bola rolando. Karsdorp falhou na saída de bola e perdeu para Matuidi, que acionou Gameiro. Mesmo com espaço, o centroavante preferiu chuter de fora da área e parou no arqueiro holandês.

Os 'Bleus' ficavam mais com a bola, mas foi a Holanda que esteve perto do gol, aos 23 minutos. Depois de cobrança de falta da direita, Van Dijk estava pronto para empatar, mas Varane fez corte providencial.

Em mais um erro de saída de bola da defesa holandesa, a França chegou ao gol, aos 30. Koscielny roubou e serviu Payet, que rolou para Pogba. O jogador mais caro da história do futebol aproveitou o espaço, chutou de muito longe e contou com a falha de Stekelenburg para fazer 1 a 0.

Os donos da casa poderiam ter empatado ainda antes do intervalo, aos 40 minutos, mas a arbitragem ignorou um pênalti. Janssen driblou dois marcadores e finalizou com força por baixo. No carrinho, Koscielny cortou com a mão, mas o esloveno Damir Skomina considerou que o lance foi legal.

As chances de gol continuaram escassas na segunda etapa, e, quando apareciam, era desperdiçadas devido à má pontaria dos dois ataques. Aos nove minutos, Pogba deixou Gameiro de frente para a meta, mas o centroavante chutou em cima do goleiro. No rebote, Griezmann encobriu o travessão.

Aos 15, foi a vez da Holanda errar o alvo. Karsdorp foi ao fundo pela direita e cruzou para a chegada de Depay, que concluiu à esquerda do goleiro Lloris.

Ciente de que uma derrota em casa seria um resultado ruim, a vice-campeã mundial de 1974, 1978 e 2010 foi se soltando e deixando a partida mais interessante. Aos 27, Depay cobrou falta de muito longe, tentando surpreender Lloris, mas o arqueiro do Tottenham segurou.

Um minuto depois, veio a resposta francesa, em saída rápida para o contra-ataque de Sissoko, que passou por dois e chutou prensado. Em seguida, aos 31, Pogba trocou passes com Martial e carimbou a marcação de Bruma.

Nos últimos minutos, os holandeses foram para o tudo ou nada, mas a bola não entrou. Depois do chuveirinho da direita, Koscielny afastou mal, Janssen desviou e Depay acertou bonito chute, que parou em um milagre de Lloris, aos 43. Três minutos depois, Blind ficou com a sobra do escanteio e arrematou para fora.



Ficha técnica:.

França: Lloris; Sidibé, Varane, Koscielny e Kurzawa; Pogba e Matuidi; Sissoko, Griezmann (Kanté) e Payet (Martial); Gameiro (Gignac). Técnico: Didier Deschamps.

Holanda: Stekelenburg; Karsdorp, Bruma, Van Dijk e Blind; Strootman, Wijnaldum (Bas Dost) e Pröpper (Willems); Promes (Depay), Klaassen e Janssen. Técnico: Danny Blind.

Árbitro: Damir Skomina (Eslovênia), auxiliado pelos compatriotas Jure Praprotnik e Robert Vukan.

Cartões amarelos: Pröpper e Strootman (Holanda); Pogba (França).

Gol: Pogba (França).

Estádio: Amsterdam Arena, em Amsterdã (Holanda).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo