Topo

Esporte

Justiça argentina começa a julgar pedidos de extradição pelo Fifagate

12/10/2016 17h05

Buenos Aires, 12 out (EFE).- A justiça da Argentina iniciou nesta quarta-feira o julgamento dos processos de extradição para os Estados Unidos do ex-secretário-geral da Conmebol, Eduardo Deluca, e dos empresários Hugo Jinkis e Mariano Jinkis, envolvidos no chamado Fifagate, que estourou em maio do ano passado.

De acordo com o Centro de Informação Judicial, a sentença da audiência que está sendo realizada em Buenos Aires, será divulgada na próxima terça-feira.

Hugo e Mariano, donos da empresa Full Play, responsável por comercializar direitos de transmissão de eventos esportivos, e Deluca, são acusados nos Estados Unidos por crimes de extorsão, fraude e lavagem de dinheiro.

O ex-secretário-geral da Conmebol, de 76 anos, pediu para não ser extraditado por causa de problemas de saúde, enquanto os empresários alegam inocência e garantem que os fatos investigados não respaldam o pedido da justiça americana pela transferência.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte