Esporte

Porto pagou 4,3 milhões de euros para dispensar goleiro brasileiro e técnico

12/10/2016 15h51

Lisboa, 12 out (EFE).- O Porto pagou na última temporada 4,3 milhões de euros (R$ 15,3 milhões) para rescindir os contratos do goleiro brasileiro Hélton e do técnico espanhol Julen Lopetegui, conforme aponta o balanço financeiro do clube, divulgado nesta quarta-feira.

O documento não detalha o valor pago individualmente, apenas o valor geral. Como o ex-Vasco estava no último ano de vínculo com os Dragões, é possível deduzir que a maior parte do montante serviu para indenizar o treinador, demitido em janeiro, e os profissionais que ele trouxe para compor a comissão técnica.

O atual comandante da seleção espanhola, no momento da demissão, exigiu o pagamento de 2,5 milhões de euros (R$ 8,9 milhões), em salários restantes até o término do vínculo, além de outros prêmios relativos a possíveis conquistas.

Hélton, por sua vez, deixou o Porto no fim da última temporada, após 11 anos de vínculo. O goleiro, atualmente sem clube, vinha atuando pouco, por causa de lesões e, também, pela chegada do espanhol Iker Casillas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo