Esporte

Dificuldade de encontrar sede atinge edição de 2019 dos Jogos Europeus

18/10/2016 13h22

Redação Central, 18 out (EFE).- A dificuldade em encontrar candidatos a sediar grandes eventos esportivos está atingindo os Jogos Europeus, inaugurados em 2015, com disputa em Baku, no Azerbaijão, e que ainda não têm local para acontecer daqui três anos, diferente do que esperava a organização.

A associação de Comitês Olímpicos do Velho Continente tentará solucionar o problema nesta semana, em Minsk, capital de Belarus, onde acontecerá reunião do Comitê Executivo da entidade, na quinta-feira, e assembleia geral, na sexta-feira e sábado.

"Antes de dezembro, tem que ser definida uma sede. Os Jogos Europeus vão acontecer sim ou sim. Veremos se algum comitê apresenta proposta, mas que seja para fazer tudo bem. Os Jogos são um compromisso que vamos manter", afirmou à Agência Efe o presidente do Comitê Olímpico Espanhol, Alejandro Blanco.

Segundo o dirigente, a grande dificuldade para definir uma sede é que Baku teria estabelecido patamar muito alto no ano passado, realizando evento de nível muito parecido ao dos Jogos Olímpicos.

"Podemos dizer, de alguma maneira, que não era preciso tanto", avaliou Blanco, que admitiu a necessidade e adaptar os Jogos Europeus a realidade social e econômica do planeta.

Não há números oficiais sobre o gasto do Azerbaijão com a competição, mas há estimativas que vão de US$ 6,5 bilhões a US$ 8,5 bilhões (R$ 20,8 bilhões a R$ 27,2 bilhões).

Os Jogos Europeus de 2019 chegaram a ter candidata à sede por alguns meses, com uma proposta da Holanda, que planejava espalhar a competição por todo o território do país, mas em junho do ano passado, os governos nacional, regionais e locais, consideraram a possibilidade como "irresponsável".

A dificuldade não é exclusiva dos Jogos Europeus, já que os Jogos Olímpicos de Verão também têm tido inúmeras desistências, como na eleição para a edição de 2024, que está limitada apenas a Los Angeles, nos Estados Unidos, Paris, na França, e Budapeste, na Hungria.

Para os Jogos de Inverno de 2022, por sua vez, a escolha se resumiu a Pequim, na China, que acabou vencedora, e Almaty, no Cazaquistão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo