Esporte

Real sofre gol "histórico", mas goleia e mantém invencibilidade na Champions

18/10/2016 19h08

(Corrige terceiro parágrafo)

Madri, 18 out (EFE).- Sem qualquer dificuldade jogando no estádio Santiago Bernabéu diante de um adversário frágil, o Real Madrid goleou o Legia Varsóvia por 5 a 1 nesta terça-feira e manteve a disputa cabeça a cabeça com o Borussia Dortmund pela liderança do grupo F da Liga dos Campeões.

Apesar do placar elástico, obtido com Bale, Jodlowiec (contra), Asensio, Vázquez e Morata, o atual campeão da 'Champions' ainda é segundo colocado da chave, com sete pontos e cinco gols de saldo. O Dortmund se manteve na ponta, com saldo de 7, por ter batido o Sporting por 2 a 1 em Lisboa. Os 'Leões' estão em terceiro, com três.

Com a derrota, a terceira em três rodadas, o Legia segura a lanterna. À equipe polonesa restou comemorar seus primeiro gol em fases de grupo da competição continental em 21 anos, quebrando um jejum que já durava desde a temporada 1995-1996. Rodavic, de pênalti, foi o autor da façanha.

A bola voltará a rolar pelo grupo F em 2 de novembro, quando as partidas desta terça serão repetidas, mas com mandos de campo invertidos. O Real irá a Varsóvia, enquanto os 'Aurinegros' receberão o Sporting em Dortmund.

O Real teve quatro desfalques, o zagueiro Sergio Ramos, o lateral-esquerdo reserva Fabio Coentrão e os meio-campistas Casemiro e Modric, todos machucados. Além disso, o lateral-direito Carvajal foi poupado, abrindo espaço para Danilo, um dos brasileiros que começaram jogando pelos donos da casa, assim como Marcelo.

Os visitantes também tiveram um atleta nascido no Brasil, o meia Guilherme, que nasceu na cidade de Três Rios, no interior do Rio de Janeiro, e nunca atuou profissionalmente no país. Vestiu as camisas de Braga e Gil Vicente, em Portugal, antes de chegar a Varsóvia.

Antes de a bola rolar e mesmo durante a partida, houve conflitos entre torcedores do Legia e policiais nas cercanias do Bernabéu. Dois homens das forças de segurança e cinco poloneses ficaram feridos.

Desde o começo, o undecacampeão europeu teve mais a bola, mas quem assustou primeiro foi o Legia, com duas grandes chances para abrir o placar. Aos nove minutos de bola rolando, Jodlowiec concluiu um rápido contra-ataque e obrigou o goleiro Navas a defender com o pé. Dois minutos depois, Guilherme rolou, Odjidja bateu cruzado e acertou a trave.

Os dois sustos acordaram o Real, que fez 1 a 0 pouco depois, aos 16 minutos. Bale foi acionado na direita, cortou para o meio e, de pé esquerdo, acertou o cantinho.

O jogo era movimentado, e o time anfitrião ampliou a vantagem aos 20, com gol contra. Benzema caiu pela ponta esquerda, encarou a marcação e rolou para a chegada de Marcelo, que bateu firme e ainda contou com desvio em Jodlowiec para marcar o segundo. A arbitragem considerou que o polonês foi o responsável por balançar a rede.

Derrubar o Real no Bernabéu era uma missão quase impossível, mas o campeão polonês conseguia ao menos "fazer uma graça" e fez um gol em fase de grupos da 'Champions' pela primeira vez em 21 anos. Aos 22, Danilo cometeu pênalti em Radovic, que cobrou com categoria, no canto esquerdo, e diminuiu.

O gol do Legia foi um lance isolado, e o atual campeão continental continuou dominando. Aos 32, Cristiano Ronaldo cobrou falta com força, mas sem tirar muito do meio do gol, e Malarz espalmou para o lado.

Cinco minutos depois, a equipe mandante voltou a abrir dois de diferença, em boa descida de Danilo pela ponta. O lateral-direito recebeu de Bale e cruzou para Cristiano Ronaldo, que não conseguiu a arrematar, mas ao menos rolou para Asensio assinalar o terceiro.

O Real continuou sufocando na volta do intervalo e incomodou logo aos quatro minutos, quando Marcelo chutou, Benzema pegou a sobra e obrigou Malarz a intervir. Pouco depois, aos sete, Cristiano cobrou falta na barreira. Odjidja tentou responder aos dez, mas encobriu a meta.

Aos poucos, o ritmo foi caindo, e as chances já não eram tão abundantes. Após alguns minutos apenas cadenciando a partida, a equipe madrilenha transformou o placar em goleada em lance protagonizado por atletas que começaram no banco. Aos 23 minutos, Morata levantou da esquerda, Vázquez emendou de primeira e pegou forte para superar o goleiro.

Quem acabou passando em branco foi Cristiano Ronaldo, que não teve uma boa noite, ao menos com finalizador. Aos 33 minutos, o camisa 7 aproveitou cruzamento de Benzema e escorou para fora. Aos 37, ele tabelou com o francês e, sozinho, voltou a errar o alvo.

Se na hora de concluir ele falhava, como garçom, Cristiano continuava afiado. Quem se aproveitou foi Morata, que recebeu na área e, com tranquilidade, fechou a conta, aos 39.

No José Alvalade, em Lisboa, o Borussia Dortmund não se intimidou com a torcida local e venceu por 2 a 1. Aubameyang marcou o primeiro, logo aos nove minutos da etapa inicial, e Weigl ampliou aos 43. Bruno César, ex-jogador de Corinthians e Palmeiras, ainda diminuiu, aos 23 minutos do segundo tempo, mas a reação não se consolidou.

Além do meia, que entrou no decorrer do duelo, os 'Leões' tiveram o volante Elias, que apareceu na formação inicial. O também meia Matheus Pereira e o atacante André permaneceram entre os suplentes.



Ficha técnica:.

Real Madrid: Navas; Danilo, Pepe, Varane e Marcelo; Kroos, Asensio (Kovacic) e James Rodríguez (Vázquez); Bale (Morata), Cristiano Ronaldo e Benzema. Técnico: Zinedine Zidane.

Legia Varsóvia: Malarz; Bereszynski, Czerwinski, Rzezniczak e Hlousek; Jodlowiec e Moulin (Kopczynski); Guilherme (Qazaishvili), Odjidja e Kucharczyk; Radovic (Nikolics). Técnico: Jacek Magiera.

Árbitro: Ruddy Buquet (França), auxiliado pelos compatriotas Frédéric Cano e Cyril Gringore.

Cartões amarelos: Cristiano Ronaldo (Real Madrid); Moulin (Legia Varsóvia).

Gols: Bale, Jodlowiec (contra), Asensio e Vázquez (Real Madrid); Radovic (Legia Varsóvia).

Estádio: Santiago Bernabéu, em Madri.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo