Esporte

"Super Buffon" brilha, e Juventus vence Lyon com 1 a menos e fora de casa

18/10/2016 19h05

Redação Central, 18 out (EFE).- A Juventus superou nesta terça-feira o Lyon, fora de casa, por 1 a 0, em partida pelo grupo H da Liga dos Campeões, em que o goleiro italiano Gianluigi Buffon voltou a ser o super-herói que a torcida 'bianconera' tanto confia.

Nas duas últimas partidas que disputou, pela Itália contra a Espanha, e pela Juve contra a Udinese, o veterano de 38 anos falhou. Já no último compromisso, pelo Campeonato Italiano, a torcida da equipe de Turim se prontificou a mostrar apoio a ele.

"Às vezes até o Super-Homem é apenas Clark Kent. Gigi, sempre o nosso super-herói", dizia faixa estendida no Juventus Stadium. Hoje, Buffon mostrou seus "poderes", defendeu um pênalti, cobrado pelo atacante francês Alexandre Lacazete, aos 35 minutos do primeiro tempo, e fez mais uma série de grandes intervenções.

O único gol do jogo acabou sendo marcado aos 31 da etapa final, pelo meia-atacante colombiano Juan Cuadrado, que havia deixado o banco de reservas sete minutos antes, para substituir o atacante argentino Paulo Dybala.

A definição do placar aconteceu quando a Juve já atuava com um homem a menos, devido à expulsão do meia gabonês Mario Lemina, que recebeu segundo cartão amarelo aos 9 minutos do segundo tempo.

O time italiano, que hoje contou com Daniel Alves e Alex Sandro nas laterais - o primeiro deixou o campo no fim da etapa complementar -, chegou a sete pontos com o resultado positivo e se manteve na liderança da chave. O Lyon, do lateral-direito Rafael, ex-Manchester United, é o terceiro, com três pontos.

Na vice-liderança do grupo H está o Sevilla, que hoje derrotou, longe de seus domínios, o Dínamo de Zagreb por 1 a 0. O gol da partida foi marcado pelo meia francês Samir Nasri, aos 37 minutos do primeiro tempo, com assistência do lateral-direito brasileiro Mariano, ex-Fluminense.

Outro jogador do país que atuou foi o volante Jonas, ex-Flamengo, que entrou pouco depois do intervalo. O meia Paulo Henrique Ganso passou os 90 minutos no banco de reservas da equipe espanhola, que é comandada pelo argentino Jorge Sampaoli.

Juve e Sevilla estão empatados em pontos e também ficaram iguais no confronto direto que realizaram na primeira rodada. Com isso, o desempate é feito pelo saldo de gols, em que a equipe 'bianconera' levam vantagem por cinco a dois.

O Dínamo de Zagreb, por sua vez, ocupa a última colocação, sem qualquer ponto marcado na chave.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo