Esporte

Bayern goleia PSV e se recupera na Champions, mas continua atrás do Atlético

19/10/2016 18h51

Munique, 19 out (EFE).- O Bayern de Munique enfrentou o PSV Eindhoven nesta quarta-feira em duelo de campeões nacionais na Allianz Arena e levou a melhor pelo placar de 4 a 1, mas o resultado não foi suficiente para que o time assumisse a liderança do grupo D da Liga das Campeões, mantida pelo Atlético de Madrid com um triunfo sobre o Rostov na Rússia.

Dominante na maior parte do tempo, o Bayern contou com gols de Müller, Kimmich, Lewandowski e Robben para vencer pela segunda vez nesta 'Champions'. O PSV até "engrossou" em alguns momentos, mas conseguiu apenas marcar o de honra, com Narsingh.

O resultado obtido em casa manteve o tetracampeão alemão em segundo lugar, agora com seis pontos, enquanto o bicampeão holandês aparece em último, com um.

Quem continua na ponta é o Atlético, o 'Time do 1 a 0', que superou todos os rivais da chave por esse placar. A vítima da vez foi o Rostov, no estádio Olimp - 2, em Rostov do Don, na Rússia. Ferreira-Carrasco foi quem balançou a rede diante do terceiro colocado.

No dia 1º de novembro, os confrontos de hoje voltarão a acontecer, mas com mando de campo invertido. O Bayern irá a Eindhoven encarar o PSV, e o 'Atleti' medirá forças com o representante da Rússia, em Madri.

O técnico do Bayern, Carlo Ancelotti, teve apenas dois desfalques, o zagueiro Badstuber e o meia-atacante Ribéry, ambos por problemas físicos. O italiano optou por deixar no banco os dois brasileiros do elenco, o lateral-direito Rafinha e o meia Douglas Costa, sendo que apenas o segundo foi a campo no decorrer do duelo. No PSV, as baixas foram o meia Hendrix e o atacante Locadia.

Desde o começo, ficou claro que a equipe anfitriã faria de tudo para impor seu ritmo sob o atual bicampeão holandês. Logo aos dois minutos do primeiro tempo, Thiago Alcântara lançou em elevação até Alaba, que tocou para a chegada de Müller dentro da área. O atacante errou o alvo por centímetros.

A pressão era grande, e o PSV escapava devido à falta de pontaria do adversário e pela ação do goleiro. Aos oito minutos, Lewandowski tabelou com Müller e passou para Robben, que acertou o lado de fora da rede. Aos 10, Alaba isolou após se infiltrar pela esquerda, e aos 11 'Lewa' bateu colocado da entrada da área e parou na defesa de Zoet.

A insistência deu resultado logo em seguida, aos 12 minutos, em cobrança rápida de escanteio. Robben tocou para Müller, que carimbou a marcação na primeira tentativa, mas ficou com a sobra e estufou a rede, fazendo 1 a 0.

O segundo poderia ter acontecido aos 16, mas a tentativa do time bávaro ficou na trave. Alaba cruzou da esquerda, Lewandowski concluiu e Zoet desviou antes de ver a bola beijar o poste e ser rechaçada pela zaga.

A partida era praticamente um ataque contra defesa, e a vantagem do tetracampeão alemão aumentou aos 20, em uma jogada que misturou sorte e competência. Alaba levantou mais uma pela ponta, a bola resvalou em Brenet, traiu o goleiro e ficou limpa em cima da linha para Kimmich ampliar.

Até os 30 minutos, o Bayern manteve o PSV nas cordas e ainda perdeu outras duas oportunidades. Aos 28, o próprio Kimmich soltou a bomba para defesa de Zoet, que, dois minutos depois, parou o chute de Robben.

Na sequência, porém, os donos da casa relaxaram e acabaram sendo castigados com um gol de contra-ataque, aos 40. Pereiro enfiou por baixo na esquerda até Narsingh, que arrancou e acertou linda finalização cruzada no ângulo direito de Neuer, diminuindo para 2 a 1.

O gol nos últimos minutos da etapa inicial animou a equipe de Eindhoven, que esteve perto de deixar tudo igual na volta do intervalo. Aos dois minutos do segundo tempo, Luuk de Jong escorou cruzamento da esquerda e tirou tinta do travessão.

Parecia outro jogo, e agora quem criava mais era o PSV. Aos sete, Narsingh fez bom lance individual e mandou na área para Pereiro, que matou no peito e emendou o chute para grande intervenção de Neuer.

Quem tirou o Bayern do sufoco foi Robben, com sua jogada característica, que todo mundo sabe que o holandês vai fazer, mas poucos conseguem evitar. Aos 13 minutos, ele cortou da direita para o meio e bateu firme de pé esquerdo. O goleiro deu rebote e, livre na pequena área, Lewandowski completou de cabeça para o gol.

O time bicampeão da Holanda já não teve forças para buscar o empate, e os anfitriões voltaram a ditar o ritmo. Aos 20 minutos, 'Lewa' ficou no dois contra um e rolou para Müller, que pegou mal na bola e arrematou em cima de Zoet.

Com pouco esforço físico e muitas trocas de passe, o Bayern se mantinha no ataque, evitando qualquer risco. Aos 30, Lahm cruzou, Kimmich ficou com o rebote e armou a finalização, mas foi bloqueado.

O tiro de misericórdia foi dado aos 38 minutos, quando o pentacampeão europeu fechou o placar de 4 a 1. Thiago Alcântara descolou ótimo lançamento da intermediária pelo alto, Robben se antecipou ao goleiro, que saiu mal, e fez de cabeça.

Na Rússia, a melhor chance da primeira etapa foi do Atlético de Madrid, mas Correa desperdiçou. Aos 24 minutos, Filipe Luis cruzou e, livre na área, o atacante argentino encobriu o travessão.

A equipe 'rojiblanca' foi mais incisiva no segundo tempo e recebeu a recompensa aos 17 minutos. Juanfran levantou da direita, a defesa resvalou, e Ferreira-Carrasco encheu o pé para estufar a rede e sacramentar a vitória.



Ficha técnica:.

Bayern de Munique: Neuer; Lahm, Boateng, Hummels e Alaba; Xabi Alonso, Kimmich (Javí Martínez) e Thiago Alcântara; Robben (Renato Sanches), Müller (Douglas Costa) e Lewandowski. Técnico: Carlo Ancelotti.

PSV Eindhoven: Zoet; Brenet, Schwaab (Zinchenko), Moreno e Willems; Pröpper, Siem de Jong, Pereiro (Bergwijn) e Guardado (Isimat-Marin); Narsingh e Luuk de Jong. Técnico: Phillip Cocu.

Árbitro: William Collum (Escócia), auxiliado pelos compatriotas Francis Connor e Douglas Ross.

Cartão amarelo: Lahm (Bayern de Munique).

Gols: Müller, Kimmich, Lewandowski e Robben (Bayern de Munique); Narsingh (PSV Eindhoven).

Estádio: Allianz Arena, em Munique.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo