Esporte

Messi supera Diego Alves em pênalti no último minuto e dá vitória ao Barça

22/10/2016 20h06

(Atualiza com os outros resultados do dia pelo Campeonato Espanhol).

Valência (Espanha), 22 out (EFE).- Em um dos jogos mais emocionantes do Campeonato Espanhol até agora, o goleiro Diego Alves fez de tudo para que o Valencia saísse de campo no estádio Mestalla com ao menos um ponto, mas um gol de pênalti de Lionel Messi no último minuto deu ao Barcelona a vitória por 3 a 2.

O Barça teve mais a bola desde o pontapé inicial, enquanto o time da casa optou por manter as linhas muito juntas e tapar os espaços e fez de tudo para não dar brechas para que o adversário entrasse em sua área.

A partida, válida pela nona rodada, foi marcada por grandes defesas do goleiro brasileiro, que vem sendo deixado de fora da seleção pelo técnico Tite, e por polêmicas envolvendo a arbitragem. Neymar, por sua vez, teve atuação discreta.

Os visitantes demoraram a chutar a gol, mas, quando conseguiram, abriram o placar. Aos 22 minutos da etapa inicial, Rakitic acionou Messi, que finalizou. Suárez, impedido, pulou para que a bola passasse e morresse no canto. O argentino poderia ter ampliado cinco minutos depois, mas parou em milagre de Diego Alves.

Aos 30, nova polêmica. Umtiti empurrou Rodrigo Moreno na área, mas o árbitro Undiano Mallenco considerou que não houve pênalti no espanhol, filho do brasileiro Adalberto, ex-lateral do Flamengo.

A partida ganhou em intensidade ainda no primeiro tempo, mas a rede foi balançar novamente apenas depois do intervalo. O Valencia imprimiu ritmo forte na volta do vestiário e virou o jogo em quatro minutos, com gols de Munir, ex-Barça, aos sete, e do próprio Rodrigo, aos 11.

No entanto, a alegria da torcida local durou pouco. Aos 17 minutos, Rakitic aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou para mais uma linda intervenção de Diego Alves. No rebote, porém, Luis Suárez apareceu livre e bateu para deixar tudo igual.

Os dois times então tomaram um fôlego, tornando a partida morna, para darem um gás final nos últimos minutos. Quem se deu melhor foi o Barcelona que teve pênalti para cobrar aos 47, quando Abdennour derrubou 'Luisito'. Messi teve pela frente o maior pegador de penalidades da história do Espanhol, mas chutou firme no canto direito e fez 3 a 2.

Enquanto os atletas 'blaugranas' comemoravam, Neymar e Luis Suárez foram atingidos por garrafas de plástico. O árbitro preferiu não dar tempo a mais e encerrou o duelo logo após a saída de bola.

O resultado levou o time catalão à liderança provisória, com 19 pontos, enquanto o Valencia continua em 15º lugar, com nove, e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

Contudo, o Barcelona não tem apenas motivos para comemorar. O meia Iniesta machucou o joelho logo no começo da partida, após entrada de Enzo Pérez, e deverá ficar afastado dos gramados por pelo menos três meses.

Com o quarto gol de Willian José no campeonato, a Real Sociedad bateu o Alavés por 3 a 0 no Estádio Anoeta e subiu para a sétima colocação. Xabi Prieto e Carlos Vela também deixaram sua marca.

Outro brasileiro que balançou a rede foi Leo Baptistão. Aos 47 minutos do segundo tempo no Cornellà-El Prat, o jogador nascido em Santos fez o terceiro do Espanyol no empate com o Eibar em 3 a 3. Os visitantes chegaram a estar perdendo por 3 a 0. Já Granada e Sporting Gijón empataram sem gols.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo