Esporte

Chape tenta reverter desvantagem para dar novo grande passo em sua história

25/10/2016 17h46

Redação Central, 25 out (EFE).- Equipe em ascensão no futebol brasileiro nos últimos anos, a Chapecoense estreou em competições internacionais caindo nas quartas de final da Copa Sul-Americana do ano passado e agora tenta ir um degrau acima, mas para isso precisará eliminar o Junior Barranquilla na Arena Condá.

Derrubada pelo River Plate devido ao gol qualificado no ano passado, a equipe catarinense foi derrotada em Barranquilla por 1 a 0 na semana passada. Com isso, precisará devolver o placar para levar a decisão da vaga para os pênaltis ou vencer por pelo menos dois gols de diferença para já resolver tudo durante os 90 minutos.

O time dirigido por Caio Júnior vem dando atenção maior à Sul-Americana, já que não Campeonato Brasileiro não tem grandes aspirações. A 'Chape' é 12ª colocada, a sete pontos do G6, que leva para a próxima Taça Libertadores, e a seis do Vitória, que abre a zona de rebaixamento.

O treinador tem apenas dois desfalques para o duelo na Arena Condá, o volante Josimar e o atacante Martinuccio, que estão machucados. A escalação então deverá ter duas mudanças em relação à da semana passada, as entradas de Gil e Thiaguinho em lugares de Sérgio Manoel e Hyoran.

Apesar da necessidade de obter uma vitória por ao menos dois gols, o clima no elenco é de otimismo. O volante Gil, por exemplo, lembrou que a Chape já teve desafios maiores.

"Entre nós, conversamos que temos chances de reverter essa desvantagem. Respeitamos o Junior, mas já tivemos adversários mais qualificados e acabamos superando-os. Tenho certeza de que faremos grande jogo", declarou Gil em entrevista coletiva.

O time de Barranquilla chega a Santa Catarina bastante desfalcado. A baixa mais importante é a do atacante titular Edinson Tolosa, que sofreu um estiramento do bíceps femoral da coxa direita.

O resultado da ida permitirá ao Junior jogar no contra-ataque, já que, se fizer um gol, obrigará a Chapecoense a marcar três. Assim como o adversário, o representante colombiano almeja uma classificação inédita.



Prováveis escalações:.

Chapecoense: Danilo; Gimenez, Thiego, Neto e Dener; Gil, Matheus Biteco, Alan Ruschel (Ananias) e Cleber Santana; Tiaguinho e Kempes. Técnico: Caio Júnior.

Junior Barranquilla: Viera; Vélez, Balanta, Pérez e Noguera; Sánchez, Narváez, Sebastián Hernández e Vladimir Hernández; Escalante e Ovelar. Técnico: Giovanni Hernández.

Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai), auxiliado pelos compatriotas Milciades Saldívar e Darío Gaona.

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo