Esporte

Rosberg chega ao México com chances de conquistar título inédito na Fórmula 1

27/10/2016 21h44

Cidade do México, 27 out (EFE).- Depois de assistir a dois títulos consecutivos de seu companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg (Mercedes) chega neste domingo ao Grande Prêmio do México para a primeira de três oportunidade de, enfim, se sagrar campeão do Mundial de Pilotos da Fórmula 1.

As chances de Rosberg conquistar o título inédito da carreira no Autódromo Hermanos Rodríguez são reais, mas ainda dependem de outros resultados. Para levar o Mundial de Pilotos para casa, Rosberg deverá repetir o triunfo do ano passado no México e torcer para que o britânico Lewis Hamilton, vice-líder, termine além do 10º lugar.

Isso porque Rosberg lidera com 331 pontos, com uma vantagem de 26 sobre Hamilton. Com uma nova vitória e uma prova sem pontos do adversário, o alemão abriria 51 pontos de vantagem, e Hamilton só poderia somar 50 nas duas provas restantes - Brasil e Abu Dhabi.

O britânico venceu o Mundial de Pilotos em 2014 e 2015, rompendo então um domínio de quatro anos do também alemão Sebastián Vettel, que conquistou o título quatro vezes seguidas com a Red Bull. Agora, Rosberg tem a chance de pôr fim a mais uma hegemonia na categoria.

Os dois pilotos, que viveram uma temporada marcada por vários atritos, adotaram discursos semelhantes antes da prova. Rosberg disse estar focado apenas na vitória e que o título no México é uma consequência da prova. Já Hamilton, que vem de triunfo nos Estados Unidos, tem reiterado que dará seu melhor nos três finais de semana restantes da prova, independentemente da classificação.

Além do duelo interno da Mercedes para garantir o título, o Grande Prêmio do México será palco da luta entre Force India e Williams pelo quarto lugar do Mundial de Construtores, escuderias separadas por apenas oito pontos na classificação.

As três primeiras posições já estão definidas. A Mercedes, com 636 pontos, já garantiu o terceiro título consecutivo. A Red Bull vem na segunda posição, com 400, seguida da Ferrari, com 347.

A Force India tem como principal aposta o mexicano Sergio Pérez, que, além de conhecer como poucos o circuito, faz um duelo particular com o finlandês Valtteri Bottas (Williams) pela sétima posição do Mundial de Pilotos. Os dois estão separados por apenas sete pontos, com vantagem para o anfitrião da próxima etapa.

Mais atrás na classificação e em busca de pontos importantes para as equipes nos Construtores estão o alemão Nico Hülkenberg, nono colocado e que já assinou contrato com a Renault para a próxima temporada, e o brasileiro Felipe Massa, no 11º lugar, apenas cinco pontos atrás do rival da Force India.

Outra briga aberta e interna é pelo quarto lugar do Mundial de Pilotos. O finlandês Kimi Raikonnen (Ferrari), por enquanto, leva a melhor sobre Vettel também por sete pontos (177 a 170).

Já na briga entre Massa e Hülkenberg está o bicampeão espanhol Fernando Alonso, décimo colocado com 52 pontos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo