Esporte

Gobert, do Utah Jazz, admite pressão por ser atleta francês mais bem pago

02/11/2016 16h24

Paris, 2 nov (EFE).- O pivô francês Rudy Gobert, que passou a ser o atleta francês mais bem pago após renovar contrato com o Utah Jazz, confessou que agora terá de lidar com a pressão de ser um jogador que custa US$ 104 milhões.

"Sei que tenho o rótulo dos 100 milhões de dólares gravado na testa, mas a única coisa que posso fazer é me concentrar no que posso controlar, que é em meu jogo dentro de quadra e em meu comportamento fora dela", declarou Gobert em entrevista publicada nesta quarta-feira pelo jornal francês "L'Équipe".

Gobert assinou há dois dias sua extensão de contrato por quatro anos, durante os quais receberá a partir da próxima temporada US$ 104 milhões brutos (US$ 25,5 milhões por temporada) e ultrapassou o compatriota Nicolas Batum (Charlotte Hornets), que recebe cerca de US$ 24 milhões brutos anuais.

O pivô disse que não se deu nenhum presente após ter firmado o novo vínculo e revelou que apenas pensou em comprar uma casa em Salt Lake City, sede dos Jazz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo