Esporte

Raonic desiste, Murray vence por W.O. e se tornará número 1 do mundo

05/11/2016 13h34

Paris, 5 nov (EFE).- O britânico Andy Murray será o novo número 1 do mundo na próxima segunda-feira, em lugar do sérvio Novak Djokovic, depois de ter se classificado para a final do Masters 1000 de Paris com uma vitória por W.O. sobre o canadense Milos Raonic.

A organização do torneio na capital francesa anunciou que o canadense não poderá jogar devido a uma distensão na coxa direita, o que permitirá que Murray chegue a 10.785 pontos na lista da ATP, apenas cinco a mais que 'Nole', eliminado nas quartas de final pelo croata Marin Cilic.

"Ontem (contra o francês Jo-Wilfried Tsonga), já notei algum incômodo. E hoje, ao tentar me levantar da cama, não consegui. Passei por alguns exames e uma ressonância magnética, e descobriram que tenho uma distensão grande e que não estou em condições de competir", declarou Raonic, número 4 do mundo.

Com isso, Murray, atual campeão de Wimbledon e bicampeão olímpico, assumirá a liderança do ranking pela primeira vez, aos 29 anos, destronando Djokovic, que está no posto desde julho de 2014, ou seja, há 122 semanas.

Na decisão, o escocês enfrentará o americano John Isner, que na outra semifinal derrotou Cilic por 2 sets a 0, com parciais de 6-4 e 6-3, em 1h11min de jogo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo