Esporte

Del Potro vence prêmio de "Retorno do Ano" da ATP

TT News Agency/Reuters/Jonas Ekstromer
Del Potro com o troféu do ATP de Estocolmo: volta ao tênis em grande estilo em 2016 Imagem: TT News Agency/Reuters/Jonas Ekstromer

Da EFE

10/11/2016 11h20

O argentino Juan Martín del Potro, que no início do ano ficou de fora dos 1.000 melhores do ranking mundial de tênis após sofrer uma série de lesões, venceu nesta quinta-feira o prêmio de "Retorno do Ano" da ATP, em eleição feita entre os atletas do próprio circuito.

Após três operações no punho esquerdo e quase dois anos sem jogar, Del Potro voltou ao circuito vencendo seu primeiro título desde 2014 - ATP 250 de Estocolmo, no mês passado - e ficou com a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, chegando ao 38º lugar no ranking do circuito mundial.

Del Potro, de 28 anos, que já tinha conquistado esse mesmo prêmio em 2011, venceu na votação o francês Julien Benneteau, o croata Ivo Karlovic e o alemão Florian Mayer.

O suíço Roger Federer recebeu mais uma vez o "Prêmio de Excelência Esportiva" e já são 12 vezes que o ex-líder do ranking mundial leva o troféu, seis delas de forma consecutiva.

Além disso, o francês Lucas Pouille venceu Dominic Thiem, Daniel Evans e Alexander Zverev para conquistar o prêmio de jogador que mais evoluiu no ano, em uma escolha também feita pelos atletas.

Em sua quinta temporada como profissional, Pouille, de 22 anos, subiu do 91º para o 15º lugar no ranking mundial e conquistou seu primeiro título, o ATP 250 de Marselha, em setembro.

O prêmio "Estrela do Amanhã", que condecora o tenista mais jovem dentro dos 100 melhores do ranking até 7 de novembro, foi para o americano Taylor Fritz. De apenas 19 anos, ele se transformou no finalista mais jovem de um torneio da ATP desde 2008, quando acabou com o vice-campeonato do ATP 250 de Memphis.

O ex-jogador sueco Magnus Norman, técnico do suíço Stan Wawrinka há três anos, do reconhecido como "Técnico do Ano" após guiar seu atleta a quatro títulos neste ano, incluindo o US Open.

Os prêmios de número 1 do mundo no simples e nas duplas serão entregues ao fim das Finais da ATP, em Londres, que começa no próximo domingo e termina no dia 20 de novembro.

O britânico Andy Murray, que chega para o torneio com o status de melhor do mundo, terá que lidar com o sérvio Novak Djokovic, que espera encerrar o ano recuperando o posto perdido na semana passada.

Nas duplas, os franceses Pierre-Hugues Hebert e Nicolas Mahut disputam a liderança com o britânico Jamie Murray e o brasileiro Bruno Soares.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo