Esporte

Comitê da Fifa quer banir ex-presidente da Federação de Honduras do futebol

11/11/2016 15h22

Redação Central, 11 nov (EFE).- A Câmara de Investigação da Comissão de Ética Independente da Fifa propôs banir do futebol o hondurenho Alfredo Hawit, ex-vice-presidente da entidade e ex-membro do Comitê Executivo, além de ex-vice-presidente da Concacaf e ex-presidente da Federação de Honduras (Fenafuth).

O relatório final divulgado pelo presidente do órgão, Cornell Borbély, apresentou ao órgão de resolução da comissão presidido por Hans-Joachim Eckert considerou que Hawit violou os artigos 13 (regras gerais de conduta), 15 (lealdade), 18 (obrigação de denunciar, cooperar e prestar contas), 19 (conflito de interesses) e 21 (subornos e corrupção) do Código de Ética da Fifa.

A Fifa comunicou que a investigação sobre o dirigente hondurenho foi focada nos pagamentos ilegais que ele teria recebido de distintas empresas de marketing esportivo e lembrou que Hawit se declarou culpado por formação de quadrilha, dois crimes de delito informático e outro de obstrução à Justiça no Tribunal Federal de Brooklyn, em Nova York, no dia 11 de abril de 2016.

O relatório final de Borbély recomenda Hawit seja banido de participar de atividades relacionadas com o futebol, tanto administrativas como esportivas. A decisão só será tomada, porém, quando o órgão de decisão da Comissão de Ética se pronunciar.

Há dois dias, Bórbely divulgou outro relatório sugerindo que o também ex-presidente de Honduras e da Federação de Futebol do país, Rafael Ruelas, ao considerá-lo culpado de receber pagamentos ilegais enquanto dirigia a entidade entre 2002 e 2015.

Ruelas, que foi presidente de Honduras entre 1990 e 1994, se declarou, em 28 de março em Nova York, culpado de ter cometido atos de corrupção enquanto presidente da federação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo