Esporte

Na despedida de Massa em Interlagos, Hamilton vence e evita título de Rosberg

13/11/2016 18h40

(Atualiza com classificações)

São Paulo, 13 nov (EFE).- Em prova marcada pela emocionante despedida de Felipe Massa do circuito de Interlagos pela Fórmula 1, o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu neste domingo o Grande Prêmio do Brasil e evitou o título antecipado do companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg, que terminou na segunda posição.

Com macacão e capacete personalizados, o brasileiro da Williams largou em 12º, ficou na última posição por muito tempo e perdeu o controle do carro ao apertar o ritmo, resultando o abandono da prova, da qual saiu às lágrimas, com a bandeira do Brasil nas costas, aplaudido pela torcida e pelos funcionários de todas as equipes.

Esta foi a última corrida de Felipe Massa em Interlagos pela Fórmula 1. O brasileiro, que anunciou a aposentadoria para o final da temporada, já venceu duas vezes no circuito paulistano, em 2006 e 2008, pela Ferrari. Na segunda, chegou a colocar a mão no título mundial, mas Hamilton estragou a festa.

Na disputa particular entre os pilotos da Mercedes na atual temporada, Rosberg lidera o campeonato com 367 pontos, 12 a mais que Hamilton, que venceu pela primeira vez o GP do Brasil. Completou o pódio com a terceira posição o holandês Max Verstappen, da Red Bull.

Com os resultados neste domingo, o título do Mundial de Pilotos da Fórmula 1 será decidido no Grande Prêmio de Abu Dhabi, última prova da temporada, no dia 27 de novembro.

A quarta posição ficou com o mexicano Sergio Pérez, da Force India, que mantinha o terceiro lugar até a penúltima volta. Sebastian Vettel, da Ferrari, foi o quinto, seguido por Carlos Sainz Jr., da Toro Rosso. O holandês Nico Hülkenberg, da Force India, foi o sétimo, logo à frente do australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull.

O outro representante brasileiro, Felipe Nasr, da Sauber, chegou a ocupar a sexta posição ao longo da corrida, mas acabou a prova na nona posição, conquistando os primeiros dois pontos na classificação, à frente do espanhol Fernando Alonso, da McLaren, que quase saiu da prova após rodar na pista.

Devido à forte chuva, a corrida foi marcada por acidentes e chegou a ser paralisada duas vezes, o que gerou a reação negativa dos torcedores presentes no autódromo, que queriam ver os pilotos na pista.

A organização decidiu adiar o início da prova em alguns minutos por conta da chuva, que já era esperada para o horário da corrida. Além disso, a largada normal foi preterida pelo começo com o safety car, que permaneceu na pista durante as sete primeiras voltas.

As condições climáticas dificultaram a vida dos pilotos. Logo de cara, Romain Grosjean, da Haas, que largaria em sétimo lugar, a melhor posição da equipe na temporada, perdeu o controle do carro e bateu antes de ir para o grid.

A pista escorregadia e a chuva incessante fizeram Vettel rodar e ir para os boxes, mas tiraram de ação Marcus Ericsson, da Sauber, e depois Kimi Raikkonen, da Ferrari, acidente que provocou a paralisação da corrida por mais de meia hora com a bandeira vermelha.

Com o safety car na pista, Jolyon Palmer, da Renault, abandonou a prova ao bater lateralmente em Daniil Kvyat, da Toro Rosso. Na 28ª volta, a bandeira vermelha voltou a ser mostrada devido à intensa chuva e os pilotos voltaram ao boxe.

Na relargada, após meia hora e com a pista ainda bastante molhada, Rosberg vacilou logo no início e foi ultrapassado por Verstappen. O duelo continuou e o holandês quase rodou, mas segurou a posição até decidir colocar pneus intermediários.

Com Hamilton administrando a liderança desde o início e Rosberg sem correr riscos na segunda posição em nova dobradinha da Mercedes, o protagonismo foi dos pilotos que brigavam pelo terceiro lugar do pódio. A uma volta do fim, Sergio Pérez, da Force India, não resistiu à pressão e foi ultrapassado pelo insistente Verstappen.

.

Grande Prêmio do Brasil (71 voltas).



.1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 3h01min01s335.



.2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) a 11s455.



.3. Max Verstappen (HOL/Red Bull) a 21s481.



.4. Sergio Pérez (MEX/Force India) a 25s346.



.5. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) a 26.334.



.6. Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso) a 29s160.



.7. Nico Hülkenberg (ALE/Force India) a 29s827.



.8. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) a 30s486.



.9. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) a 42s620.



10. Fernando Alonso (ESP/McLaren) a 44s432.



11. Valtteri Bottas (FIN/Williams) a 45s292.



12. Esteban Ocon (FRA/Manor) a 45s809.



13. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) a 51s192.



14. Pascal Wehrlein (ALE/Manor) a 51s555.



15. Kevin Magnussen (DIN/Renault) a 1min00s498.



16. Jenson Button (GBR/McLaren) a 1min21s994.



Não completaram.



Esteban Gutiérrez (MEX/Haas).



Felipe Massa (BRA/Williams).



Jolyon Palmer (GBR/Renault).



Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari).



Marcus Ericsson (SUE/Sauber).



Romain Grosjean (FRA/Haas).



Volta mais rápida: Max Verstappen (1min25s305).



Mundial de pilotos.



.1. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 367 pontos.



.2. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 355.



.3. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) 246.



.4. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) 197.



.5. Max Verstappen (HOL/Red Bull) 192.



.6. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) 178.



.7. Sergio Pérez (MEX/Force India) 97.



.8. Valtteri Bottas (MEX/Force India) 85



.9. Nico Hulkenberg (ALE/Force India) 66.



10. Fernando Alonso (ESP/McLaren) 53.



11. Felipe Massa (BRA/Williams) 51.



12. Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso) 46.



13. Romain Grosjean (FRA/Haas) 29.



14. Daniil Kvyat (RUS/Red Bull) 25.



15. Jenson Button (GBR/McLaren) 21.



16. Kevin Magnussen (DIN/Renault) 7.



17. Felipe Nasr (BRA/Sauber) 2.



18. Jolyon Palmer (GBR/Renault) 1.



19. Pascal Wehrlein (ALE/Manor) 1.



20. Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren) 1.



21. Esteban Gutiérrez (MEX/Haas) 0.



22. Marcus Ericsson (SUE/Sauber) 0.



23. Esteban Ocon (FRA/Manor) 0.



24. Rio Haryanto (IDN/Manor) 0.



Mundial de construtores.



.1. Mercedes 722 pontos.



.2. Red Bull 446.



.3. Ferrari 375.



.4. Force India 163.



.5. Williams 136.



.6. McLaren 75.



.7. Toro Rosso 63.



.8. Haas 29.



.9. Renault 8.



10. Sauber 2.



11. Manor 1.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo