Esporte

Argentina aposta em Pratto para se recuperar; Uruguai briga por liderança

14/11/2016 16h51

Redação Central, 14 nov (EFE).- Fora da zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018 com a sexta posição das Eliminatórias sul-americanas, a Argentina entrará em campo pressionada a vencer a Colômbia nesta terça-feira, em San Juan, e apostará no faro de gol de Luccas Prato, enquanto o Uruguai, que briga com o Brasil pela liderança, enfrentará o Chile em Santiago.

A 'Albiceleste' não vence há quatro rodadas pela classificatória da Conmebol e, com a derrota para o Brasil por 3 a 0 no Mineirão na ultima quinta, parou nos 16 pontos. Dessa forma, o duelo no Estádio Bicentenário será um confronto direto, já que a Argentina é terceira colocada, com 18.

Na busca pela reabilitação, o técnico da bicampeã mundial, Edgardo Bauza, realizará três mudanças no time titular. Mercado substituirá Zabaleta na lateral direita, e Banega entrará no meio-campo, fazendo que o esquema tático mude de 4-4-2 para 4-2-3-1.

No entanto, a principal ocorrerá na linha de frente. A Argentina conta com alguns dos atacantes mais valorizados do futebol europeu, como Agüero, Higuaín e Icardi, que sequer foi convocado, mas quem começará jogando será Pratto, do Atlético-MG.

"Perdemos pontos que não esperávamos, e é normal que as críticas apareçam. Mas estou muito bem, com força e com muita gana. Estou convencido do que temos de fazer e espero que façamos um bom jogo", declarou 'Patón'.

A Colômbia, que vem de empate sem gols com o Chile, perdeu sua zaga titular. Murillo viu o segundo cartão amarelo, enquanto Mina, do Palmeiras, sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda. Os substitutos serão os jovens Davinson Sánchez e Balanta. Por outro lado, o meia-atacante Cuadrado estará de volta depois de ter cumprido suspensão.

Único que pode ultrapassar o Brasil na tabela, o Uruguai irá a Santiago encarar o Chile, que, embora tenha o moral de ser atual bicampeão da Copa América, é apenas quinto colocado nas Eliminatórias, posição que leva à repescagem contra o representante da Oceania.

As duas seleções têm problemas importantes para o jogo. Na 'Celeste', o atacante Cavani cumpriu suspensão e está liberado, mas ainda é dúvida por conta de dores na coxa. Em 'La Roja', Vidal, com problemas na perna esquerda, provavelmente dará lugar a Hernández.

Sem vencer há duas rodadas, o Equador tem a faca e o queijo na mão para se manter entre os quatro melhores, já que enfrentará a vice-lanterna Venezuela, seleção que obteve sua primeira vitória nas Eliminatória na última quinta, com um 5 a 0 sobre a Bolívia.

A partida no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, terá um duelo de jogadores do Atlético-MG. Erazo mais uma vez será titular entre os equatorianos, e Cazares, reserva, enquanto a 'Vinotinto' terá o meia Otero.

Goleado pelo Peru na rodada anterior, o Paraguai, sétimo colocado, com 15 pontos, "subirá o morro" em busca da recuperação. A equipe dirigida pelo ex-lateral Francisco Arce enfrentará a Bolívia, lanterna, em La Paz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo