Esporte

Ron Dennis anuncia saída do comando da McLaren após 35 anos

15/11/2016 19h09

Redação Central, 15 nov (EFE).- O britânico Ron Dennis anunciou nesta terça-feira a renúncia da presidência e da diretoria-executiva do Grupo McLaren, por vontade dos acionistas da corporação, após 35 anos à frente da marca automobilística.

Em comunicado, o próprio Dennis externou sua decepção pela decisão tomada, que não foi bem vista por parte da diretoria pelas potencias consequências negativas para o negócio, e disse serem "totalmente falsos" os motivos divulgados para sua saída.

"Meu estilo de gestão é o mesmo de sempre e permitiu a McLaren se tornar um grupo tecnológico e automobilístico que venceu o Mundial de Fórmula 1 20 vezes e se transformou em um negócio de 850 milhões de libras anuais", disse o dirigente em comunicado.

Segundo Dennis, sua saída foi apoiada por TAG e Mumtalakak, os acionistas principais do grupo. O agora ex-presidente acredita que ambos não compartilhavam sua visão para o crescimento da McLaren.

O britânico ressaltou que continuará utilizando seu pacote acionário no McLaren Technology Group e na McLaren Automotive e seu posto na executiva das duas companhias para proteger os interesses e o valor da marca e ajudar a moldar o futuro de ambas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo