Esporte

Real encara Sporting e mira retomada da liderança do grupo F na 'Champions'

21/11/2016 19h50

Lisboa/Madri, 21 nov (EFE).- O Real Madrid retorna a Lisboa, cidade onde conquistou seu décimo título da Liga dos Campeões, para enfrentar o Sporting em um duelo decisivo para as pretensões dos comandados de Zinedine Zidane de se classificar para as oitavas de final do torneio na liderança do grupo F.

Depois do relaxamento em Varsóvia que culminou em um empate com a equipe mais modesta da chave, o Legia, o Real pagou um preço caro e perdeu a ponta para o Borussia Dortmund, agora dois pontos à frente dos espanhóis. Dessa forma, o primeiro lugar deve ser decidido apenas na última rodada, daqui a duas semanas, quando os times farão confronto direto no estádio Santiago Bernabéu.

Os dois empates como visitante na 'Champions' obrigam a equipe de Zidane a apresentar o melhor futebol em Portugal. O objetivo é repetir a exibição de gala contra o Atlético de Madrid, no último sábado, quando o Real venceu por 3 a 0, em pleno Vicente Calderón.

O encontro com o Sporting ainda tem uma conotação especial para Cristiano Ronaldo. O craque vai reencontrar o clube no qual deu os primeiros passos no futebol. O retorno ainda ocorre no momento em que o português recuperou a boa fase, sendo o autor dos três gols do clássico contra o Atlético às vésperas da votação da Bola de Ouro.

A consistência do Real Madrid no clássico gerou um "problema" para Zidane. O trio "BBC" é indiscutível, mas a equipe ganhou em ordem e equilíbrio com Isco como titular do time no lugar de Karim Benzema. No entanto, o atacante francês está pronto para jogar e é improvável que permaneça no banco pelo segundo jogo seguido.

Tudo indica que o zagueiro Sergio Ramos voltará ao comando da zaga. Zidane tem dúvidas, porém, sobre quem será seu companheiro. Lutam por posição Nacho Fernández, em grande momento, e Raphael Varane, mais atrás na disputa. No meio, o técnico não terá Casemiro e Toni Kroos. Por isso, deve manter Mateo Kovacic e Luka Modric. A última vaga no setor, caso Benzema seja escalado, será disputada por Lucas Vázquez e o próprio Isco.

Já o Sporting aposta na torcida e no retrospecto contra espanhóis em casa para conquistar a vitória necessária para evitar uma eliminação precoce da equipe na fase de grupos. Os 'Leões' ocupam o terceiro lugar do grupo, com três pontos, cinco a menos do que o Real, e precisam vencer para manter as chances de classificação.

Em dez confrontos contra equipes do país vizinho em Portugal, o Sporting venceu seis, perdeu duas e empatou outras duas. Além disso, os merengues nunca venceram no Estádio José Alvalade, que receberá 50 mil torcedores para ver Cristiano e, claro, um triunfo dos 'Leões'.

O técnico Jorge Jesus sabe que o principal obstáculo que separa sua equipe da vitória é, claro, o craque português. Porém, o Sporting chega para o jogo praticamente com força máxima e contando com a pontaria do atacante holandês Bas Dost, artilheiro da equipe na temporada com sete gols, e do brasileiro André, ex-Corinthians, Vasco e Atlético-MG, um dos destaques do time no Português.

No outro jogo da chave, o já classificado Borussia Dortmund encara o Legia Varsóvia para se isolar ainda mais na liderança e chegar para o duelo decisivo contra o Real Madrid podendo até mesmo empatar para manter a primeira posição.

A equipe de Tomas Tuchel vive grande momento e chega para a partida, que será disputada no Signal Iduna Park, após vitória no clássico contra o Bayern de Munique, por 1 a 0, pelo Campeonato Alemão. Fora o fato de ter goleado o adversário desta terça-feira, por 6 a 0, em Varsóvia, na estreia de ambas as equipes no torneio.

Tuchel terá desfalques importantes para o jogo. O goleiro titular da equipe, Roman Bürki, está fora da partida por uma lesão na mão e será substituído pelo antigo dono da posição, Roman Weidenfeller. Outra ausência é o volante Sven Bender, também no departamento médico. São dúvidas Marcel Schmelzer, Räphael Guerreiro e Erik Durm.

O técnico, porém, tenta tirar a pressão do time quanto a terminar a fase de grupos na liderança. "Eu sei que o vencedor da chave pega um segundo colocado, mas isso é vantagem? Eu não sei, nunca joguei a Liga dos Campeões antes. Não há garantia que você terá um confronto mais fácil. Digamos que terminemos com o primeiro lugar. Alguns provavelmente preferirão nos enfrentar do que pegar um Real Madrid segundo colocado. Isso diz o suficiente", afirmou ele antes do jogo.

Outras partidas também são importantes para a definição da sequência da 'Champions'. Pelo grupo H, o Sevilla, líder com 10 pontos, recebe uma desfalcada Juventus, segunda colocada com 8, no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán.

Com foco total na competição europeia, o técnico Jorge Sampaoli poupou o zagueiro Adil Rami e colocou apenas no segundo tempo dois jogadores importantes no esquema ofensivo do time: Vitolo e Franco Vázquez. Mesmo assim, a equipe venceu o Deportivo La Coruña, fora de casa, por 3 a 2, e assumiu o terceiro lugar do Campeonato Espanhol.

A única dúvida de Sampaoli é quanto à presença de Samir Nasri, que está se recuperando de uma lesão muscular. Uma situação bem diferente de Massimiliano Allegri, que não poderá contar com uma série de jogos importantes para o jogo decisivo.

A 'Velha Senhora' viajará para a Espanha sem os atacantes Gonzalo Higuaín e Paolo Dybala. Outros desfalques são o meia-atacante Marko Pjaca e o zagueiro Mehdi Benatia.

A partida também marca o retorno do lateral-direito Daniel Alves ao time que o projetou para o futebol europeu. Antes da passagem pelo Barcelona, o brasileiro vestiu a camisa do Sevilla e conquistou dois títulos da Liga Europa pelo clube.

No outro jogo da chave, o Lyon, que ainda tem chances de classificação, vai até a Croácia para enfrentar o Dínamo de Zagreb, lanterna e já eliminado do torneio. Com quatro pontos conquistados, o time francês precisa vencer para tentar decidir a vaga na última rodada, quando receberá o Sevilla no Parc Olympique Lyonnais.

Em situação perigosa no torneio, o Porto, vice-líder do grupo G, com sete pontos, viaja até a Dinamarca para enfrentar o Copenhague, terceiro colocado da chave, com cinco. Um tropeço fora de casa pode complicar as chances de classificação dos 'Dragões' na última rodada, quando a equipe enfrentará o Leicester, líder e já classificado, em Portugal.

Com dez pontos conquistados, o Leicester não deve ter dificuldades para garantir presença nas oitavas de final de forma antecipada nesta terça-feira. O time de Claudio Ranieri recebe o Club Brugge, que ainda não pontuou no torneio.

A situação mais indefinida está no grupo E, no qual três times ainda têm chances de classificação. O Monaco, líder da chave com oito pontos, recebe o Tottenham, terceiro colocado, com quatro. Já o Bayer Leverkusen, vice-líder com seis, encara fora de casa o CSKA Moscou, lanterna com apenas dois pontos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo