Esporte

Cristiano Ronaldo diz sentir menos pressão em Portugal do que no Real

AP Photo/Michael Probst
Imagem: AP Photo/Michael Probst

Da EFE

22/11/2016 10h59

O craque Cristiano Ronaldo afirmou nesta terça-feira que sente menos pressão ao atuar com a camisa de Portugal do que com a do Real Madrid, apesar de ter revelado ser visto como um "líder" dentro do vestiário da seleção.

"São dois mundos totalmente diferentes. Claro, também falo no vestiário do Real Madrid, mas em Portugal eu tenho o sentimento de fazer um trabalho específico. Os jogadores me veem mais como um líder, alguém que os ajuda e protege", disse o atacante em entrevista à revista "France Football".

Na conversa, Cristiano focou, sobretudo, em dar detalhes sobre a final da Eurocopa de 2016, quando Portugal venceu a anfitriã Espanha com um gol de Éder.

"Não senti tanta pressão como, por exemplo, a que senti com o Real na final da última Liga dos Campeões. Em Portugal, você sabe que não tem nada a perder", lembrou o craque, que teve que deixar a decisão da Eurocopa aos 25 minutos do primeiro tempo por causa de uma lesão no joelho.

O atacante, que contou que na noite da final da decisão da Eurocopa dormiu por nove horas, explicou que os jogadores são "obrigados a ganhar" no Real Madrid. Já em Portugal, que até então não tinha conquistado um grande título, não existe essa exigência.

Cristiano lembrou que os colegas de clube tinham brincado com ele antes do início da Eurocopa ao dizer que ele teria férias muito longas, sugerindo uma eliminação precoce de Portugal no torneio.

"Houve bastante brincadeira com Toni Kroos e com os espanhóis. Não brincamos muito com os franceses, porque Karim (Benzema) está na situação que todos conhecem (afastado da seleção) e Raphäel Varane estava lesionado", explicou o craque português.

O atacante do Real Madrid reconheceu que espera vencer neste ano sua quarta Bola de Ouro, prêmio concedido pela revista "France Football", graças aos títulos da Liga dos Campeões e da Eurocopa.

"Minha ambição é ganhar (a Bola de Ouro) todos os anos. Não venci no ano passado, mas tinha levado nos dois anos anteriores. Espero ficar com o desse ano", disse Cristiano, que tem como principal adversário o argentino Lionel Messi, do Barcelona.

"Neste ano, o Real Madrid foi impressionante. Passamos metade da temporada mortos, mas despertamos. E, com Portugal, foi similar até metade da Eurocopa. Isso é prova de que o futebol não é um sprint, mas sim uma maratona. É no final que ganhamos", avaliou o jogador.

Cristiano também revelou uma conversa com o francês Antoine Griezzman, do Atlético de Madrid, que disse ao português, em tom de brincadeira, que o detestava pela vitória da seleção lusa contra os franceses na decisão da Eurocopa.

Quer receber notícias do Real Madrid de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo