Esporte

Rússia questiona valor dos direitos de transmissão da Copa: "excessivo"

Maxim Shemetov/Reuters
Imagem: Maxim Shemetov/Reuters

Da EFE

22/11/2016 11h48

O vice-primeiro-ministro da Rússia, Vitaly Mutko, disse nesta terça-feira que o valor de US$ 100 milhões (R$ 335 milhões), que está sendo cobrado pelos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2018, é um exagero.

"O preço, sob nosso ponto de vista, é excessivo, por isso, será difícil, inclusive, cobrir outras despesas. Os direitos chegavam a US$ 32 milhões (R$ 107,2), mas agora querem nos vender a 100 milhões", afirmou o também presidente da federação de futebol do país, em entrevista coletiva.

Mutko explicou que a Fifa irá convocar uma licitação que terá participação da emissora pública do país e da "Match TV", canal destinado exclusivamente aos esportes, que entrou no ar neste ano.

"Na Rússia, ainda não foram comprados os direitos de televisão", explicou o ex-ministro dos Esportes, que assumiu recentemente o cargo de vice-primeiro-ministro.

O governo do país sede do Mundial de 2018 já se viu obrigado a reajustar para baixo o orçamento da competição, devido a recessão atravessada desde o fim de 2014 pela Rússia.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo