Esporte

Lucas marca, PSG empata com Arsenal e fica perto de avançar às oitavas em 1º

23/11/2016 19h48

Londres, 23 nov (EFE).- Graças a um gol de cabeça de Lucas, o Paris Saint-Germain arrancou um empate nesta quarta-feira com o Arsenal em 2 a 2, no Emirates Stadium, em Londres, e assumiu a liderança do grupo A da Liga dos Campeões da Europa, cuja rodada final acontecerá em 6 de dezembro.

Jogando fora de casa, o time francês saiu na frente aos 18 minutos do primeiro tempo, com o atacante uruguaio Edinson Cavani. Aos 46, em polêmico pênalti marcado pelo árbitro alemão Felix Brych, o centroavante francês Olivier Giroud converteu a cobrança e deixou tudo igual.

Na etapa complementar, aos 15 minutos, veio a virada dos 'Gunners', quando Marquinhos tentou cortar bola na área e chutou a bola em cima do meia italiano Marco Verratti, que acabou marcando contra.

Lucas, que já havia acertado cobrança de falta no travessão, marcou de cabeça aos 32 minutos do segundo tempo, decretando outra vez a igualdade, dessa vez com um gol que colocou o time francês na liderança da chave.

Com o resultado, as duas equipes seguem com 11 pontos, mas o PSG leva vantagem por causa do desempenho no confronto direto, já que, além do empate em 2 a 2, em Londres, ficou no 1 a 1 com o rival em Paris.

Na próxima rodada, basta a equipe francesa bater o Ludogorets, em casa, para ficar com a primeira posição. O Arsenal, que visitará o Basel, precisará marcar mais pontos do que o rival para roubar a primeira colocação da chave.

Ainda nesta quarta-feira, o campeão búlgaro e o campeão suíço voltaram a empatar - depois do 1 a 1 na Basileia, ficaram agora no 0 a 0, em Sofia. O resultado deixa o time dos brasileiros Cicinho, Natanael, Jonathan Cafu e Wanderson na terceira colocação da chave.

Para a partida no Emirates Stadium, o desfalque mais comentado foi do PSG, que não pôde contar com o lateral-direito marfinense Serge Aurier, impedido de entrar no Reino Unido devido a uma condenação na justiça ocorrida por por ter agredido um policial na saída de uma boate em Paris, em maio deste ano.

A equipe francesa foi a única a escalar brasileiros entre os titulares: os zagueiros Marquinhos e Thiago Silva, o lateral-esquerdo Maxwell, o volante naturalizado italiano Thiago Motta e o meia-atacante Lucas. No Arsenal, o zagueiro Gabriel Paulista ficou no banco de reservas.

O jogo começou com o PSG mostrando postura mais ofensiva. Aos 15, após escanteio cobrado por Lucas, Cavani ajeitou de cabeça e Thiago Silva bateu para o gol. Gibbs salvou quase em cima da linha, impedindo que os visitantes saíssem na frente.

Três minutos depois, o centroavante uruguaio balançou as redes após cruzamento da esquerda de Matuidi, que atuou mais avançado hoje. A jogada foi iniciada com belo passe de Thiago Motta para o meia francês dar a assistência para o gol.

Assim como no encontro do Parc des Princes, o jogo seguiu morto até os 45 minutos da etapa inicial, quando Sánchez invadiu a área e se jogou, após carrinho de Krychowiak. O árbitro alemão Felix Brych marcou pênalti que acabou convertido por Giroud.

Na etapa complementar, Lucas ficou muito perto de recolocar o PSG na frente aos 8 minutos, em bela cobrança de falta. O brasileiro acertou o travessão defendido por Ospina, que sequer conseguiu saltar para tentar defender a bola.

Aos 15, o Arsenal conseguiu virar o placar em lance infeliz de Marquinhos e Verratti. Após cruzamento da direita e bate e rebate, o zagueiro brasileiro tentou cortar e acabou acertando a perna do meia italiano, que anotou contra.

O PSG seguiu lutando e, aos 32, conseguiu igualar novamente o placar, com gol de Lucas, em finalização de cabeça pouco comum na carreira, após escanteio cobrado pela direita por Ben Arfa, que havia entrado pouco antes no lugar de Krychowiak.

Aos 33 e aos 36, o meia-atacante brasileiro se esforçou para consagrar Cavani como autor do gol da vitória dos visitantes, com passes na medida. O uruguaio, no entanto, perdeu duas oportunidades claras, frente a frente com Ospina.



Ficha técnica:.

Arsenal: Ospina; Jenkinson (Oxlade-Chamberlain), Mustafi, Koscielny e Gibbs; Ramsey, Coquelin (Walcott) e Özil; Sánchez, Iwobi (Xhaka) e Giroud. Técnico: Arséne Wenger.

Paris Saint-Germain: Aréola; Meunier, Marquinhos, Thiago Silva e Maxwell; Verratti, Krychowiak (Ben Arfa) e Thiago Motta; Lucas (Jesé), Matuidi e Cavani. Técnico: Unai Emery.

Árbitro: Felix Brych (Alemanha), auxiliado pelos compatriotas Mark Borsch e Stefan Lupp.

Gols: Giroud e Verratti (contra) (Arsenal); Cavani e Lucas (Paris Saint-Germain).

Cartões amarelos: Coquelin e Koscielny (Arsenal); Marquinhos e Verratti (Paris Saint-Germain).

Estádio: Emirates Stadium, em Londres (Inglaterra).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo