Esporte

Hamilton reclama de ordens da Mercedes durante disputa do título da F-1

27/11/2016 15h46

Redação Central, 27 nov (EFE).- O britânico Lewis Hamilton reclamou neste domingo das ordens da Mercedes para não realizar a estratégia de segurar o alemão Nico Rosberg, seu companheiro de equipe, e outros competidores do Grande Prêmio de Abu Dhabi, na tentativa de se sagrar campeão mundial de Fórmula 1.

"Não acho que tenha feito nada perigoso hoje. Estamos lutando pelo título, por isso, controlei o ritmo. Não sei porque não se limitaram a nos deixar competir. Não houve nenhum momento em que tenha sentido que perderia a corrida. É uma pena, mas está claro que pensaram na equipe. Não tenho muito mais o que dizer", disse o vice da temporada, em entrevista coletiva.

Hamilton precisava vencer a prova e tentou fazer com que o companheiro fosse ultrapassado pelo alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, e Max Verstappen, da Red Bull, para que terminasse a prova em quarto lugar, o que lhe daria o título.

"Para mim, não foi tão intenso. Estive muito relaxado no final. Talvez, tenha sido para vocês (jornalistas), mas não para mim", disse o britânico, que justificou a redução do ritmo no fim da prova como tentativa de poupar os pneus.

No fim, Hamilton venceu, chegou aos 380 pontos, mas Rosberg fechou o GP de Abu Dhabi em segundo, indo a 385, se sagrando campeão mundial de Fórmula 1 pela primeira vez na carreira, após dois vices consecutivos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo