Esporte

Toto Wolff admite que Hamilton desobedeceu ordens da Mercedes em Abu Dhabi

27/11/2016 15h26

Redação Central, 27 nov (EFE).- Toto Wolff, chefe da equipe Mercedes, admitiu neste domingo que o britânico Lewis Hamilton desobedeceu ordens para segurar o alemão Nico Rosberg e tentar fazer com que outros pilotos o ultrapassassem na metade final do Grande Prêmio de Abu Dhabi de Fórmula 1.

"Calculamos que perderíamos a corrida, porque ele estava cada vez mais lento. Decidimos intervir, e ele decidiu ignorar. Há uma coisa: isso estabelece um precedente para o futuro? Isso é o que temos que avaliar", disse o dirigente à emissora "Sky Sports".

Nas últimas voltas do GP de Abu Dhabi, Hamilton, que precisava vencer a prova e torcer para Rosberg chegar, no máximo, em quarto, tirou o pé para permitir a aproximação do alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, e do holandês Max Verstappen, da Red Bull.

O líder do Mundial chegou a ter a vice-liderança da etapa ameaçada, mas resistiu e, com o resultado, chegou aos 385 pontos, cinco a mais que o companheiro de escuderia, se sagrando campeão pela primeira vez na carreira.

"Temos que comemorar, pelas 19 vitórias e por termos um novo campeão do mundo", avaliou Wolff, em referência ao desempenho da equipe e ao título de Rosberg.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo